Pela 1ª vez, País reduzirá dívida com recursos de bancos públicos, diz Guedes

Fabrício de Castro e Lorenna Rodrigues - 12/06/2019 12:56


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira, 12, que, pela primeira vez na história, o País vai reduzir a dívida pública com recursos provenientes de bancos públicos. O comentário diz respeito ao anúncio, feito pouco antes por Guedes e pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, de que a instituição devolverá R$ 3 bilhões ao Tesouro referentes a dívidas ligadas a Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD).

Os IHCD foram utilizados pelo governo da presidente Dilma Rousseff para capitalizar instituições públicas.

No caso da Caixa, há um estoque próximo de R$ 40 bilhões, sendo que o banco tem a intenção de devolver metade disso em 2019. Os $ 3 bilhões anunciados nesta quarta-feira são a primeira parcela.

Durante a coletiva de imprensa, Guedes retomou a questão e disse que era a primeira vez que a Caixa devolvia recursos ao Tesouro. Essa devolução permitirá o abatimento da dívida pública brasileira.

O ministro da Economia disse ainda que todos os bancos públicos com instrumentos híbridos de capital e dívida estão trabalhando para antecipar o pagamento à União.

"Está todo mundo trabalhando com o mesmo objetivo (de devolver recursos de bancos à União). Todos os bancos que têm instrumento de dívida estão fazendo dever de casa", afirmou Guedes, após se reunir com os presidentes do BNDES, Caixa e Banco do Brasil.

De acordo com o secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, há cerca de R$ 86 bilhões em instrumentos híbridos com os bancos. A Caixa tem a maior parte, entre R$ 41 bilhões e R$ 42 bilhões, BNDES tem R$ 36 bilhões, Banco do Brasil tem R$ 8 bilhões e BNB e Banco da Amazônia, cerca de R$ 1 bilhão cada.

"Estamos colocando pressão nos bancos de regiões mais ricas, não nos do Nordeste", afirmou Guedes.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Taxa adicional de bandeira tarifária deixará de ser arredondada

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou uma mudança nas regras da bandeira tarifária, para retirar o critério de...

22/10/2019 14:51
Correção: Aneel reduz tarifas de energia da Enel Distribuição Goiás

A matéria enviada anteriormente continha uma incorreção. Onde se lê o "a tarifa residencial B1 da Enel Distribuição Goiás passou da 24ª para a 18ª mais...

22/10/2019 14:44
Governo envia modificação do projeto que abre crédito extra para Petrobras

O governo federal enviou ao Congresso nesta terça-feira (22) uma modificação do projeto de lei (PLN 45) que solicita a abertura de crédito especial...

22/10/2019 14:36

Últimas Notícias

Cinema

RESENHA GWEB - Disney perde a mão com "Malévola: Dona do Mal"

Há um quê de mágico em tudo o que a Disney cria. Seja em seus parques temáticos ou produções para o cinema e...

22/10/2019 14:45

Policial

Turista americano briga no Aeroporto de Guarulhos e morre dias depois, no HGG

A Polícia Civil investiga a morte do norte-americano Matthew Alan Tremmel, de 35 anos, que teria sido espancado quando tentava embarcar para os...

22/10/2019 14:24

Policial

Operação contra jogos de azar identifica irregularidades em Guarulhos

Agentes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e da Polícia Militar realizaram uma...

22/10/2019 13:32