VW T-Cross estreia bem no mundo SUV desde sua versão mais básica

Ernesto Zanon - Especial para o GuarulhosWeb - 29/06/2019 17:27

autos01 de Guarulhosweb
Antes de mais nada, recolha todo seu preconceito em relação aos carros com motorização 1.0, para começar a ler este texto sobre o Volkswagen T-Cross TSI 200. Por se tratar de um SUV, mesmo que compacto, seria de se esperar um motor maior, com maior capacidade volumétrica, que tenha uma cavalaria alta para garantir um desempenho satisfatório. Mas este motor turbo 1.0, o mesmo que equpa o Up!, Polo, Virtus e até o Golf, cumpre com excelência o que é proposto para o T-Cross em sua versão de entrada, equipada com câmbio manual de seis marchas.  
 
O  GuarulhosWeb avaliou o carro durante 10 dias, quando rodou mais de 500 quilômetros, a metade em estradas e o restante na cidade. O T-Cross causa uma ótima impressão em diferentes quesitos, que passam pelo desempenho ao consumo. Numa rodovia, ao final de mais de 70 quilômetros, numa tocada que variava entre 80 km/h a 120 km/h, o computador de bordo indicou 20 quilômetros com um litro de gasolina. Sim. Com três adultos a bordo, sem o ar condicionado acionado e quase nenhuma bagagem, o SUV compacto da VW atingiu uma marca conquistada por poucos, o que é bastante elogiável em tempos que tanto se fala e se busca eficiência energética.  
 
Ao final da viagem totalizando 250 quilômetros, utilizando rodovias de menor porte, passando alguns trechos dentro de cidades e pisando um pouco mais forte no acelerador, o consumo ficou acima dos 16 km/l. Ou seja, uma marca para lá de elogiável por se tratar de um SUV com excelente espaço interno, com capacidade para levar cinco passageiros com razoável nível de conforto e um porta-malas bem generoso, com capacidade para transportar entre 373 e 420 litros.  
 
O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de até 128 cv (94 kW) a 5.500 rpm, com etanol – com gasolina, são 116 cv (85 kW), à mesma rotação. O torque máximo é de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, sempre na faixa de 2.000 a 3.500 rpm. O câmbio manual de seis marchas responde bem. Na estrada, basta engatar a sexta que ele vai embora, pedindo reduzidas raramente quando cai abaixo dos 70 ou 60 km/h.  Mesmo assim, é necessário jogar a quinta somente se quiser uma recuperação mais rápida. Se tiver um pouco de paciência, o T-Cross reage voltando à casa dos 120 ou 130 km/h.  
 
Quando você quer ir um pouco além das velocidades máximas permitidas, em condições de teste, o T-Cross com seu 1.0 turbo chega fácil na casa dos 160 km/h com a sensação de que dá para avançar mais.  Na cidade, basta assimilar as trocas de marchas que o rendimento também agrada, já que o motor responde muito bem às necessidades do condutor, garantindo agilidade em meio ao trânsito.  Neste cenário, o computador de bordo fixa marcas na casa dos 10 a 12 km/l.  
 
 
Segundo a VW, o T‑Cross 200 TSI com câmbio manual acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e atinge a velocidade máxima de 189 km/h. Com o câmbio automático, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e atinge 184 km/h de velocidade máxima. Os números oficiais de consumo de combustível (obtidos conforme as normas NBR6601 e NBR7024, corrigidos pela portaria INMETRO nº10 de 11/01/12) apontam 13,1 km com um litro de gasolina (combinado cidade/estrada) e 9,1 km com um litro de etanol. 
 
O T‑Cross mede 4.199 mm de comprimento e 1.568 mm de altura, com 2.651 mm de distância entre-eixos. Ou seja, não é grande demais para rodar na cidade. Mas tem espaço interno suficiente para levar quatro ou até cinco pessoas com bom nível de conforto e segurança.  
 
 
 
Versão 200 TSI  - Preço: R$ 86,2 mil
 
EQUIPAMENTOS DE SÉRIE
-Controle de Estabilidade (ESC),  
- seis airbags, freios a disco nas quatro rodas,  
- bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+),  
- direção elétrica e ajuste de altura e distância para o volante,  
- assistente para partida em rampas (Hill Hold),  
- sensores traseiros de estacionamento,  
- sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas infantis,  
- faróis com função “Coming & Leaving home”, 
- faróis de neblina com função “cornering”,  
- luzes de condução diurna em LED,  
- lanternas traseiras em LED, 
-  banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível,  
- suporte para smartphone com entrada USB para carregamento,  
- travas e vidros elétricos e volante multifuncional 
 
 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

De compacto a caminhão, JAC lança 5 modelos elétricos de uma só vez

A montadora JAC Motors lançou uma linha de 5 modelos de veículos elétricos de uma só vez. A apresentação de...

18/09/2019 12:36
Novo HB20 ganha visual renovado e motor turbo 1.0 para brigar com o Ônix

Menos de uma semana depois que a Chevrolet apresentou a nova geração do Ônix, automóvel lider de vendas no Brasil, a...

17/09/2019 16:13
Renault Kwid Outsider, a versão top do subcompacto que mais vende

Não é à toa que o Renault Kwid vem sendo o preferido dos consumidores que buscam um carro pequeno, com vocação...

15/09/2019 18:04

Últimas Notícias

Economia

Anistia de juros e multas é aprovada por contribuintes

Os munícipes já estão aproveitando os diversos descontos do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) em juros e multas de...

20/09/2019 14:07

Cidades

Esap recebe inscrições para o curso Introdução à Gestão Pública

A Escola Municipal de Administração Pública de Guarulhos (Esap) recebe até o próximo dia 30 as...

20/09/2019 13:00

Cidades

Prazo de rematrícula dos alunos da rede estadual é prorrogado para 27 de setembro

Foi prorrogado para o dia 27 de setembro o prazo de rematrícula para os alunos da rede estadual de São Paulo. Os responsáveis que...

20/09/2019 12:00