Bolsonaro: embargo dos EUA em relação ao Irã é risco para empresas brasileiras

Mariana Haubert - 19/07/2019 14:23


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 19, que o problema do embargo dos Estados Unidos em relação ao Irã é um risco para as empresas brasileiras no caso dos dois navios de bandeira iraniana que estão presos desde o início de junho no Porto de Paranaguá, no Paraná, em razão das sanções dos EUA.

O presidente lembrou também que tem se aproximado cada vez mais do presidente norte-americano, Donald Trump, mas destacou que o Brasil precisa cuidar dos seus problemas "em primeiro lugar".

"Existe esse problema, os Estados Unidos de forma unilateral, pelo que me consta, têm embargos levantados contra o Irã. As empresas brasileiras foram avisadas por nós desse problema e estão correndo o risco neste sentido", disse.

O presidente afirmou ainda que o Brasil está de braços abertos para acordos e parcerias com outros países, mas lembrou que é preciso cuidar dos interesses brasileiros em primeiro lugar.

"Eu particularmente estou me aproximando cada vez mais do Trump, fui recebido duas vezes por ele, ele é a primeira economia do mundo, segundo mercado econômico. E hoje abri para jornalistas estrangeiros que o Brasil está de braços abertos para fazermos acordos, parcerias, para o bem dos nossos povos. O Brasil é um país que não tem conflito em nenhum lugar do mundo, graças a Deus, pretendemos manter nessa linha, mas entendemos que outros países têm problemas e nós aqui temos que cuidar dos nossos (problemas) em primeiro lugar", disse.

Os cargueiros iranianos trouxeram ureia e voltariam carregados de milho, mas a Petrobras teme punições americanas e se recusa a abastecer as embarcações, que estão na lista negra do Departamento do Tesouro dos EUA.

O impasse ocorre no momento em que o Brasil busca uma aproximação com os EUA e o governo americano aumenta a pressão diplomática sobre o Irã. Em maio de 2018, Donald Trump retirou o país de um acordo que restringia o programa nuclear iraniano em troca da suspensão gradual das sanções.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Iraque vira base de mísseis do Irã, dizem EUA

O Irã está se aproveitando do caos político do Iraque para montar no país vizinho um arsenal oculto de mísseis balísticos de curto alcance. O objetivo...

06/12/2019 06:10
EUA: Mnuchin evita comentar sobre violações de direitos humanos na China

O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, desconversou ao ser questionado pela deputada democrata Jennifer Wexton sobre supostas violações a...

05/12/2019 17:49
Ex-candidato à presidência Daniel Scioli será o embaixador da Argentina no Brasil

Em uma reunião com uma delegação de deputados brasileiros, o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, afimou que o ex-candidato à presidência...

05/12/2019 17:09

Últimas Notícias

Cidades

Audiência entre a Prefeitura e o Sindicato dos Médicos de São Paulo termina sem conciliação

O TRT determinou multa de R$ 100 mil ao Sindicato caso não haja o cumprimento da presença de 70% de médicos em cada unidade de...

05/12/2019 18:35

Cidades

Prefeitura executa serviços de zeladoria por toda a cidade

O trabalho das equipes da Proguaru (Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A) não parou nesta quinta-feira, 05/12. Atendendo...

05/12/2019 17:37

Cidades

Sabesp realiza intervenção emergencial em dois bairros de Guarulhos

 A Sabesp informa quenesta quinta-feira, 05/12, uma intervenção emergencial no sistema de distribuição em Guarulhos...

05/12/2019 17:12