Eli Corrêa Filho aparece entre os 10 deputados paulistas mais gastões

por Guarulhosweb - 31/07/2019 17:39

polit01 de Guarulhosweb
O deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM), que concorreu ao cargo de prefeito de Guarulhos em 2016, aparece como um dos 10 parlamentares paulistas que mais gastaram a Cota para Exercício da Atividade Parlamentar. A informação é do Ranking dos Políticos, estudo realizado pelo site de mesmo nome e que usou como base dados expostos pelos próprios políticos no portal da Câmara dos Deputados. 
 
O Ranking levantou os gastos dos deputados, até o último dia 22 de julho, com o chamdo “Cotão”. Vale lembrar que o valor do benefício mensal varia de acordo com o estado de origem do político.
 
Segundo a lista, Eli Corrêa Filho aparece na nona colocação em um total de 70 nomes. Ele mantém domicílio eleitoral em Guarulhos, apesar de não ter recebido um número representativo de votos na cidade durante as eleições de 2018 (para deputado federal). O parlamentar gastou R$ 173.482,20, ou 82,2% da verba disponível, até o último dia 22 de julho.  
 
O deputado mais “gastão”, segundo o Ranking dos Políticos, é Marco Feliciano (Podemos), que dispendeu R$ 208.708,02 (98,8% do disponível).
 
Entre os 10 que mais gastaram, há dois deputados do Podemos, dois do PT, dois do PL, além de um do PSDB, um do Cidadania, um do PRB e o próprio Eli Corrêa Filho, do DEM.
 
Deputado justifica gastos
Procurado pelo GuarulhosWeb, a assessoria de imprensa do deputado afirmou que os gastos apresentados pelo Ranking dos Políticos incluem despesas que não são reembolsadas, como passagens aéreas emitidas diretamente pela administração da Câmara dos Deputados. 
 
Além disto, a assessoria ressaltou que o parlamentar tem viajado mais pelo Brasil por estar na presidência da Comissão de Viação e Transportes da Câmara, cargo que assumiu em março. 
 
"O deputado não tem altos gastos com despesas reembolsadas, mas por estar na presidência da Comissão de Viação e Transportes tem aumentado o número de viagens para cumprir com as agendas do colegiado e isso faz com que seu percentual suba um pouco. Importante destacar que aqueles deputados que não estão no exercício da presidência de comissão, naturalmente, usam menos passagens e, portanto, têm percentual menor", justificou a assessoria, em nota.
 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Eli Correa Filho não abre mão de aposentadoria especial como deputado

Apesar de votar favoravelmente pela Reforma da Previdência, quando foi aprovada na Câmara Federal em julho passado, o deputado federal Eli...

10/10/2019 09:35
Ex-controlador da Prefeitura diz que policiais de SP gastaram R$ 1 milhão de extorsão

O ex-delegado da Polícia Federal Edmilson Pereira Bruno detalhou à Corregedoria da Polícia Civil a suposta extorsão que o...

08/10/2019 10:30
Juíza esfaqueada em SP determinou indisponibilidade de bens de Pietá e Jovino

A juíza Louise Vilela Leite Filgueiras Borer, esfaqueada na semana passada dentro do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, na...

07/10/2019 08:59

Últimas Notícias

Cidades

Três crianças são atropeladas no Cabuçu; uma delas está em estado grave

O Corpo de Bombeiros atende neste momento uma ocorrência de atropelamento na Rua Severina, altura do número 20, no Cabuçu. Segundo...

13/10/2019 17:46

Cidades

Incêndio atinge casa na Vila Galvão

Uma casa localizada na Rua Nossa Senhora de Lourdes, Vila Galvão, em Guarulhos, pegou fogo no início da tarde deste domingo, 13/10,...

13/10/2019 17:29

Esportes

Nervoso e sem criatividade, Corvo perde em casa e fica distante do acesso à Terceira Divisão

O Flamengo mostrou nervosíssimo, não criou oportunidades e perdeu por 2 a 0 para o Paulista, no Estádio Antônio Soares de...

13/10/2019 12:02