Ministério confirma 1.226 casos de sarampo no Brasil, 1.220 em SP

Lígia Formenti - 12/08/2019 22:10


O sarampo está se alastrando pelo País. Depois de São Paulo, Rio e Bahia, é a vez do Paraná registrar a doença. O Ministério da Saúde contabilizou até o momento 1.226 casos da infecção entre 12 de maio e 3 de agosto. Do total, 1.220 estão concentrados em SP, 4 no Rio, 1 na Bahia e outro, no Paraná. Há ainda 6.678 casos em investigação. Desde o início do ano, foram confirmados 1.322 pacientes com a infecção, 95% dos quais nos quatro Estados que atualmente estão em situação de surto.

Diante do avanço de casos, o Ministério da Saúde montou na semana passada um comitê encarregado de acompanhar diariamente a situação em todo o País, o primeiro estágio para que a decretação de estado de emergência seja realizada. Como o Estado mostrou, numa resposta à situação de surto, o Ministério da Saúde iniciou as negociações com a Organização Pan-Americana de Saúde para uma compra de vacina, caso seja necessário. A transação funciona como uma pré-reserva. As doses serão enviadas assim que o governo acionar o organismo internacional. O quantitativo reservado, porém, não foi informado.

A estratégia atual do governo é realizar vacinações de bloqueio, em que pessoas que tiveram contato com suspeitos de ter a infecção são imunizadas. As campanhas em São Paulo também visam vacinar adultos jovens e reforçar a proteção entre crianças em cidades consideradas prioritárias, mesmo menores de um ano. Neste surto, um número significativo de bebês com menos de um ano foi infectado. O fenômeno é atribuído à baixa cobertura vacinal dos pais. Como a mãe não tem anticorpos contra doença, a proteção não é transmitida por meio do aleitamento. E pais, suscetíveis à doença, podem transmitir o vírus ao bebê. A vacinação de menores de um ano não é recomendada na praxe. É uma medida feita de forma emergencial e não deve dispensar as doses regulares da vacina, aos 12 e 15 meses.

Apesar do avanço da infecção, a cobertura vacinal contra sarampo é considerada baixa. No Rio, 51,23% das crianças estão imunizadas. A cobertura em São Paulo é de 74,65%; na Bahia é de 61,69%; e no Paraná, de 89,53.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Discurso moderado ajudou a frear queda da popularidade de Bolsonaro, diz deputado

Para o líder do Podemos na Câmara, deputado José Nelto (GO), o presidente Jair Bolsonaro está com discurso mais moderado, o que começa a ter reflexos...

09/12/2019 17:32
Alguns partidos são como autarquias e empresas estatais, diz Marina Silva

A ex-senadora Marina Silva acredita que a possibilidade de candidaturas independentes pode renovar a política brasileira. Ela gravou um vídeo para a...

09/12/2019 17:22
Advogados rebatem presidente do TRF-4: Pedir nulidade é um direito

Advogados e juristas criticaram nesta segunda-feira, 9, as declarações do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Victor Luiz dos...

09/12/2019 17:04

Últimas Notícias

Cidades

Última edição de 2019 do programa Você na Prefeitura acontece neste sábado no Cabuçu

A EPG Vereador Faustino Ramalho, localizada no Cabuçu, recebe no próximo sábado (14) a última edição do...

09/12/2019 18:52

Cidades

Projeto de lei pode viabilizar a construção da Arena Multiuso de Guarulhos

A Prefeitura de Guarulhos enviou à Câmara Municipal, na última quinta-feira (5), o projeto de lei 3.821/2019, que autoriza a...

09/12/2019 18:09

Cidades

Mais de 10 mil pessoas celebram os 459 anos de Guarulhos em grande festa no Bosque Maia

Árvore de Natal iluminada, cantata, apresentações musicais, concerto de estreia da Gru Sinfônica e celebração...

09/12/2019 18:06