Quinta Feira, 15 de Abril de 2021

Após vencer o Covid-19, mães de Guarulhos terão comemoração diferente

Esse Dia das Mães tem significado especial para famílias curadas: “Recebi mais uma chance de ser melhor, de valorizar a vida”

Por Katia Russões

09 de Maio de 2020 as 13:12

O tradicional almoço de Dia das Mães, com a família reunida, vai ser bem diferente na casa de muitos guarulhenses neste 2020. Com a pandemia do novo coronavírus e a necessidade do isolamento social, muitos filhos ficarão distantes de suas mães neste domingo 10/05. Mas, diferente mesmo, será o Dia das Mães de quem venceu o coronavírus. Neste caso, a comemoração ganhou um novo sentido.

O GuarulhosWeb entrevistou duas famílias nas quais mães se curaram do Covid-19. “Será um Dia das Mães muito especial, com ela em casa, cuidando de sua recuperação, dando carinho, amor e agradecendo cada segundo pelo milagre da vida”, afirmou Sandra Regina, filha da Dona Geni Fernandes, de 69 anos, que ficou internada mais de 40 dias no Hospital Bom Clima.

Foram nada menos que 37 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Sua recuperação foi considerada um “verdadeiro milagre” por sua família. Ela recebeu alta no dia 5 de maio.

A família da Dona Geni, no entanto, ainda tem outras batalhas contra a doença. Cinco pessoas, entre elas, o marido da Dona Geni, de 72 anos, e duas filhas também testaram positivo para coronavírus. “O sentimento que fica nesse momento é gratidão. Porque podemos estar com ela nesse momento. Foram 45 dias muito difíceis”.

Como presente para a data, a família pretende demonstrar todo amor e carinho para Dona Geni. “O melhor presente foi ter sido agraciada por Deus, estar viva, e poder partilhar essa alegria de viver mais esse Dia das Mães junto com as filhas, genros e netos”, completou Sandra.


Junto, mas com distanciamento mínimo

A comemoração do Dia das Mães na casa da Dona Carolina de Arruda Cunha, de 72 anos, será presencial, mas com distanciamento. As filhas pretendem realizar um almoço com distância de um metro, sem abraços e beijos. A rotina da família mudou após o diagnóstico positivo da idosa, que foi internada no dia 27 de abril no Hospital Bom Clima e permaneceu na unidade de saúde por 10 dias.

“A data ganhou o significado da gratidão maior a Deus por podermos tê-la em mais um Dia das Mães conosco”, contou a filha, Vanda Regina Cunha. A rotina da família mudou após diagnóstico positivo de Dona Carolina. Segundo Vanda, as saídas de casa só acontecem em casos de extrema necessidade e sempre com máscaras e álcool em gel.

Após a cura, Dona Carolina enxergou um novo significado para o Dia das Mães. “Para mim é mais uma chance. De ser melhor, de valorizar mais a vida, os meus familiares. Sou muito grata a Deus, acima de tudo, e a todos que cuidaram de mim no hospital. Anjos de Deus aqui na Terra”, afirmou ela, que receberá flores de presente dos familiares.