Segunda Feira, 28 de Setembro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Em meio à pandemia, Ceasa muda público e passa a atender moradores com serviço delivery

O site que antes comercializava produtos agrícolas em caixas passou a vender quantidades fracionadas para atender a "pessoa física

Por Redação GuarulhosWeb

14 de Maio de 2020 as 18:07

Inicialmente voltado para atender aos atacadistas, o portal Feira do Ceasa encontrou no varejo um novo modelo de negócios para enfrentar a crise. O site que antes comercializava produtos agrícolas em caixas passou a vender quantidades fracionadas para atender a "pessoa física", no começo de abril. Somente na primeira quinzena, a plataforma registrou aumento de 400% nas vendas e, hoje, já representam 70% do faturamento do portal.


No ar desde o mês de janeiro, a plataforma nasceu com o objetivo de simplificar a compra e venda de frutas, legumes e verduras entre os permissionários do Ceasa São Paulo e compradores da rede atacadista e de todo o segmento food service.


"As nossas métricas indicavam uma forte tendência para a compra do varejo. Em quarentena, as pessoas começaram a comprar pelo site, mesmo em grandes quantidades para suprir a necessidade do dia a dia. Decidimos, então, iniciar com os fracionados. O plano de negócios inicial já previa a venda para o varejo. Mas era algo para um futuro, pois demandava outro tipo de estrutura e investimento. Estamos falando de frutas, legumes e verduras. Produtos extremamente delicados e super perecíveis. O transporte exige um protocolo diferenciado para que possamos garantir a integridade do produto. Mas, com toda essa crise precisamos pular algumas etapas para manter o negócio de pé. Afinal, já tínhamos feito um grande investimento, tínhamos folha de pagamento e compromissos com parceiros para honrar", explica Cristian Rosa, fundador da CV Market Place, administradora da plataforma.


A empresa garante entrega dos pedidos em até 48 horas, com frete gratuito. Os interessados devem acessar o http://www.feiradoceasa.com.br.