Segunda Feira, 19 de Abril de 2021

Preocupadas com feriadão, cidades do litoral demonstram insatisfação com medida do Governo do Estado

"Aqui, por enquanto, não está morrendo gente. Tá morrendo é na capital, na Grande São Paulo, aí vai vir um monte de gente que está em quarentena lá para vir aqui”, afirmou o prefeito de São Sebastião

Por Redação GuarulhosWeb

19 de Maio de 2020 as 17:43

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira, 19/5, O Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb) decidiu que não vai seguir o o projeto de lei de antecipação dos feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para esta semana, implantado na capital pelo prefeito Bruno Covas.


A agenda contou com a participação dos dos nove prefeitos da Baixada Santista e do Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi. Todos os municípios pediram pediram ajuda ao Governo do Estado para impedir a entrada de turistas no litoral. "Nós não vamos antecipar os feriados, isso seria estimular a vinda de turistas para a Baixada. Vamos endurecer as medidas para impedir a vinda de turistas", afirmou Paulo Alexandre Barbosa, prefeito de Santos e filiado ao mesmo partido de Covas, o PSDB.


A mesma preocupação da Baixada Santista em relação à antecipação dos feriados ocorre no Litoral Norte. O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, também filiado ao PSDB, criticou duramente a medida “Vai dizer que um mega feriado em São Paulo não vai prejudicar as cidades do litoral? Todas. Então fecha a estrada, faz o lockdown lá. Aqui, por enquanto, não está morrendo gente. Tá morrendo é na capital, na Grande São Paulo, aí vai vir um monte de gente que está em quarentena lá para vir aqui”, escreveu em rede social.


O Estado afirmou que vai apoiar cidades que pedirem bloqueios nas pistas durante o feriadão. No entanto, o governador João Doria encaminhou projeto de lei à Assembleia Legislativa para antecipar o feriado estadual da Revolução Constitucionalista, celebrado em 9 de julho, para a próxima segunda-feira. A iniciativa, segundo as autoridades visam a diminuir os índices de isolamento social, que alcança melhores marcas no final de semana. Até o momento, porém, a administração não divulgou os números desta segunda-feira, 18/5, o que, costumeiramente acontece no início da tarde do dia seguinte.