Domingo, 31 de Maio de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

'Os problemas não são maiores que a marca Cruzeiro', diz novo presidente

futebol; Cruzeiro; Sérgio Santos Rodrigues

Por Redação GuarulhosWeb

21 de Maio de 2020 as 20:19

Eleito o novo presidente do Cruzeiro nesta quinta-feira, Sérgio Santos Rodrigues mostrou otimismo em resolver os problemas do time mineiro, afogado em dívidas e com dificuldades também em campo, em razão do rebaixamento no Brasileirão do ano passado. "Os problemas não são maiores que a marca Cruzeiro", declarou o novo dirigente, momentos após vencer a eleição. "Com muita honra e uma enorme alegria, encaro o maior desafio da minha vida: a Presidência do Cruzeiro Esporte Clube. Comprometo-me a colocar em prática tudo que propus e farei todo o possível para que o clube retorne ao seu devido lugar de destaque", declarou Rodrigues, em seu perfil no Twitter. O novo presidente vai ter uma mandato "tampão", de 1º de junho a 31 de dezembro deste ano para substituir a saída de Wagner Pires de Sá e assumindo a administração do Cruzeiro, que estava nas mãos do transitório conselho gestor. Em outubro, haverá outra eleição para o triênio 2021-2023. "Eu saí da mesma arquibancada em que o torcedor vai. Sou de família cruzeirense e poder representar a torcida é um prazer fora do comum. Não tenho dúvida de que, com muita garra e determinação, vamos sair da difícil situação que enfrentamos. Agora precisamos de paz, dentro e fora do clube, e precisamos que a torcida abrace o nosso projeto e seja nossa parceira para que o Cruzeiro suba ano que vem", declarou. A missão de Rodrigues, contudo, não deve ser fácil. Um dia antes do pleito, o clube divulgou o balanço financeiro de 2019 apontando déficit de R$ 394.100.974. O resultado negativo de 2018, após revisão do balanço, havia sido de R$ 73 milhões. O impressionante prejuízo elevou a dívida do Cruzeiro para R$ 803.486.208. "Planejamos nossa atuação no Cruzeiro desde o início de nossa candidatura. Estudamos dia e noite os problemas do clube e em como solucioná-los. Como sempre falo, os problemas não são maiores que a marca Cruzeiro. Somos maiores do que qualquer problema", declarou o novo presidente. "Quero que o torcedor acredite em nosso projeto. Tenho certeza de que todo mundo sonha em ocupar o cargo de presidente. Mas além de sonhar, eu sempre me preparei para isso, pois não podemos pensar somente de forma emotiva. Precisamos ter profissionalismo para gerir um clube de futebol do tamanho do Cruzeiro. O torcedor pode ter certeza absoluta de que vamos trabalhar dia e noite e queremos a participação de todos." Rodrigues, de 37 anos, é advogado e vem atuando no clube em diferentes funções e gestões desde 2009. "Cheguei para ser superintendente de gestão estratégica e assessor jurídico da presidência, defendendo o Clube no TJD, STJD, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais e em diversos tribunais. Em 2015 me tornei superintendente de negócios internacionais, onde tive grande experiência com a base, e no ano seguinte assumi a superintendência de futebol profissional. São basicamente nove anos de serviços voluntários ao Cruzeiro e que prestei com muito carinho e amor", afirmou. CONSELHO DELIBERATIVO - Na mesma eleição desta quinta, foi eleita a Mesa Diretora para os próximos meses. A vencedora foi a chapa "Somos Todos Cruzeiro", com 112 votos, sob a liderança do presidente Paulo César Pedrosa. Vão compor a Mesa também Nagib Simões, Evandro Vassali e Marcus Edmundo Lambertucci como vice-presidente, 1ª secretário e 2ª secretário, respectivamente. Ao todo, 112 votos foram angariados pelos vencedores.