Sexta Feira, 16 de Abril de 2021

Governo do Estado admite que, com isolamento atual, pandemia pode ir até outubro

Coordenador estadual do Centro de Contingência deu entrevista à Globo News nesta segunda-feira

Por Redação GuarulhosWeb

25 de Maio de 2020 as 12:37

O governo do estado de São Paulo faz previsões pessimistas para o fim da pandemia do coronavírus caso os índices de isolamento social não aumentem. Segundo previsão do coordenador do Centro de Contingência paulista, Dimas Tadeu Covas, haverá casos de contaminação até outubro.

“Com a projeção dos níveis atuais de isolamento social, que já foram melhores e hoje, na média, está abaixo de 50%, você prevê uma duração maior da epidemia. Quanto menor o índice de isolamento, mais longa se torna essa epidemia. Nesses níveis atuais, essa epidemia passará junho, julho, agosto, provavelmente em setembro poderá ter uma inflexão e até outubro teremos casos ainda”, disse, em entrevista à Globo News nesta segunda-feira, 25/05.

“Se os índices de isolamento subirem, forem superior a 60%, próximo de 70%, nós controlaremos a infecção muito mais rapidamente. Podemos fazer isso em cinco, seis, sete semanas”, completou.

No sábado, 23/05, o estado registrou índice de isolamento social de 51%. Na capital, a taxa chegou a 53% após antecipação de feriados municipais.