Terça Feira, 07 de Julho de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

RESENHA GWEB – “18 Presentes” vai te fazer querer abraçar sua família

Detalhes quase metafísicos, com um lado que não pode ser dito como espiritual, darão um nó na garganta por seus complexos significados

Por Denis Le Senechal Klimiuc, especial para o GuarulhosWeb

28 de Maio de 2020 as 07:03

Nos últimos meses, a Netflix tem se especializado em filmes com temáticas fortes, de apelo popular, e que ganham o assinante desse serviço de streaming por se tornarem temas globais. Aconteceu isso em “O Poço” (Espanha), “Milagre na Cela 7” (Turquia), “Ricos de Amor” (Brasil) e, agora, com o belíssimo “18 Presentes” (Itália).

A relação de Elisa e Alessio vai muito bem, obrigado. Grávida, ela prepara a casa para a chegada de sua filha, enquanto o marido, sempre preocupado, mas distraído, passa boa parte do tempo jogando futebol profissionalmente. Mas algo muito ruim acontece e a vida de Elisa será interrompida no momento em que sua filha nascer.

Nós acompanhamos, então, a vida da pequena Anna, que cresce à medida em que o filme conta rapidamente parte de sua infância e adolescência, sempre mostrando seus aniversários através de filmagens caseiras. Para nós, que acompanhamos seu crescimento, essas datas são significativas porque sua mãe, antes de morrer, deixou agendada uma lista com 18 presentes, para cada um dos aniversários de Anna até completar sua maioridade.

Mas a jovem, no final de sua adolescência, cansa dos presentes enquanto sua fúria pela ausência da mãe aumentou a cada ano. Até que um inesperado acidente a leva a uma viagem para que possa refletir sobre seu próprio comportamento e o de seus pais.

Há muitas referências neste “18 Presentes”, como o magnífico “O Feitiço do Tempo” e o agridoce “Minha Vida”, de 1992. Porém, apesar de suas referências caminharem lado a lado durante toda a história, o roteiro consegue criar sua própria personalidade, caminhando com as próprias pernas na emocionante viagem que Anna faz.

Como se isso não bastasse, há detalhes quase metafísicos, com um lado que não pode ser dito como espiritual, mas que vai dar um nó na garganta por seus complexos significados. Acredite, é o tipo de filme que vai te fazer querer abraçar sua família.

 

Opinião Gweb

Nota do filme (de 0 a 5): 5

Recomendado? Sim. O filme caminha lado a lado com suas referências, algo que já vimos em outros filmes, mas acerta muito em descobrir sua própria personalidade

Onde assistir: Netflix

 

Serviço

18 Presentes

Ano: 2020

País: Itália

Duração: 115 min.

Direção: Francesco Amato

Classificação: 14 anos