Quinta Feira, 09 de Julho de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

ONGs levam doações e tentam ajudar cerca de 200 colombianos “hospedados” no aeroporto

Flamengo coloca estádio à disposição para receber famílias até que se consiga o retorno ao país natal

Por Lucas Canosa

30 de Maio de 2020 as 14:35

Acampados no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, desde o dia 18/5, cerca de 250 colombianos ganharam a solidariedade do grupo “Conectados do 3º Setor”, que reúne diversas ONGs de Guarulhos e outras cidades, além da AA Flamengo. Os colombianos trabalhavam informalmente no Brasil quando ficaram sem receita devido à pandemia do novo coronavírus e da quarentena. Desde então, enfrentam duras jornadas e tentativas frustradas de retornarem ao país de origem.

Na manhã desta sexta-feira, 29/05, eles receberam a visita de voluntários, que levaram doações de roupas e alimentos, além de fazerem performances artísticas para as várias crianças. O grupo é formado, até o momento, por 130 mulheres, 74 homens e 25 crianças, entre eles um bebê de apenas um mês.

Bia Martins, da ONG Olhar de Bia, foi uma das responsáveis pelo auxílio. "A gente quer não só ajudar eles agora, mas principalmente conseguir que eles retornem ao seu país. Precisamos mobilizar nossa rede para que isso aconteça. Não queremos fazer uma festa de Natal para eles", afirmou.

Segundo os colombianos, o governo de seu país exige uma taxa de entre US$ 420 e US$ 460 por pessoa, valor que seria para custear o voo para Bogotá e o cumprimento da quarentena no retorno ao país, onde todos teriam que passar 14 dias em um hotel antes do retorno para suas cidades de origem. No entanto, os integrantes não têm condições para comprarem comida, quanto menos para quitarem a quantia pedida.

Em entrevista ao portal G1, o voluntário Wesley Oliveira cogitou a possibilidade da utilização do Estádio Antônio Soares de Oliveira, do Flamengo, para que as famílias fiquem melhor acomodadas. "Já conseguimos um ônibus para transporte, mas ainda falta o local. Estamos vendo com hotéis da cidade, mas uma opção pode ser os vestiários do estádio do Flamengo", disse.

Procurado pelo GuarulhosWeb, o presidente Caio Soler colocou o estádio, no Jardim Tranquilidade, à disposição para receber o grupo. “A gente foi procurado sobre a possibilidade de ceder as instalações e deixamos à disposição. Entendo que o momento é de solidariedade e o pouco que a gente puder ajudar, faremos com prazer. Claro, respeitando algumas normas de cuidado. Se for preciso a gente organiza e ajuda da forma que puder nesse momento de dificuldade”, apontou.

Na próxima terça-feira, 2/06, deve acontecer uma reunião entre autoridades para, mais uma vez, tentar resolver a situação do grupo. Os colombianos precisam de suporte em relação à alimentação e higiene. A ONG Olhar de Bia está se organizando para auxiliá-los e, para tal, aceita o auxílio de apoiadores. O site da organização é o https://www.olhardebia.org/.

Pelo Conectados do 3º Setor, além do Olhar de Bia, participaram da ação no aeroporto as seguintes organizações: Prato Solidário; Pão Nosso; Semeando Amor Sem Limites; Central do Voluntariado de Guarulhos; A História Mais Bonita; SOS Famílias São Geraldo; e EcoOficina.