Domingo, 11 de Abril de 2021

FLEXIBILIZAÇÃO – Saiba quando os prestadores de serviço poderão voltar a funcionar em Guarulhos

Reabertura será por etapas e depende da redução da taxa de ocupação de leitos de UTI na cidade

Por Redação GuarulhosWeb

06 de Junho de 2020 as 10:47

O decreto nº 36900, publicado em 3 de junho no Diário Oficial de Guarulhos, acrescentou novas atividades econômicas não essenciais autorizados a reabrir, de acordo com determinados horários de funcionamento e protocolos de prevenção ao coronavírus.

Algumas atividades poderão reabrir no dia 15/06. Outras, no dia 22/06. Outras, ainda, em 6 de julho. Há quem só poderá reabrir em 20 de julho e 1º de agosto.

O setor de prestação de serviços – que corresponde ao maior número de empresas da cidade – poderá retomar as atividades de acordo com determinadas datas e restrições de horários.


SAIBA QUAIS SÃO AS REGRAS PARA AS IGREJAS

SAIBA QUAIS SÃO OS PROTOCOLOS EXIGIDOS PELA PREFEITURA PARA TODAS AS ATIVIDADES


Saiba em que datas e horários o setor de serviços da cidade poderá voltar a funcionar:


Dia 15 de junho

Funcionamento restrito entre 9h e 15h

·       Lavanderias;

·       Escritórios de advocacia, contabilidade, imobiliárias, corretoras de seguro e de mercado de capitais;

·       Cartórios de registro civil, de notas, de protestos, títulos e documentos e de registro de imóveis;

·       Atividades de representação judicial, extrajudicial, assessoria e consultoria;

·       Autoescolas e despachantes;

·       Cabeleireiros, barbearias, manicures e similares, desde que com hora marcada, limitando-se o atendimento a uma pessoa por profissional, restringindo aglomeração de pessoas;

·       Lava-rápido;


Funcionamento restrito entre 10h e 22h

·       Locadoras de veículos (serviços no aeroporto que poderão atender 24 horas por dia);


Dia 20 de julho

·       Academias de ginástica, musculação e artes marciais, adotados rígidos critérios de higienização das instalações e aparelhos, exceto as áreas de piscinas que deverão permanecer fechadas;

·       Cinemas e teatros, limitados a utilização do espaço disponível a no máximo 25% de sua capacidade total.


Dia 1º de agosto

·       Estabelecimentos para realização festas e eventos.


Em todas as hipóteses definidas continuam proibidos os atendimentos às pessoas pertencentes ao grupo de risco ou com mais de 60 anos. Além disso, as datas poderão ser antecipadas ou adiadas de acordo com os índices de ocupação dos leitos de terapia intensiva disponíveis na cidade.