Quinta Feira, 22 de Abril de 2021

Guti confirma projeto de PPP para novo hospital da criança com 150 leitos em Guarulhos

Obra deve ser realizada no Macedo e projeto de PPP foi colocado como prioridade por programa de incentivo do Governo Federal

Por Redação GuarulhosWeb

23 de Junho de 2020 as 19:20

O prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), anunciou nesta terça-feira, 23/06, que a cidade deverá ter um novo hospital municipal voltado ao atendimento de crianças e adolescentes. O HCGru (Hospital da Criança de Guarulhos) deverá ser construído em área da Prefeitura localizada na Rua Claudino Barbosa, no bairro do Macedo (onde hoje funciona uma garagem municipal), com recursos da iniciativa privada, a partir do Programa de Parcerias e Investimentos do Governo Federal.

O projeto teve início em 2018, quando o Departamento de Incentivo às Parcerias Público-Privadas da Prefeitura iniciou as tratativas com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), celebrando um Acordo de Cooperação Técnica visando o planejamento e a estruturação de projetos de desestatização. “Desde o primeiro dia de mandato, trabalhamos incansavelmente em projetos que visem melhorar a vida de nossa população. É com muita alegria que podemos hoje fazer o anúncio de um novo hospital, que se tornará realidade em breve”, afirmou Guti.

Em reunião do CPPI (Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos), no último dia 10 de junho – com a presença do presidente Jair Bolsonaro e 10 ministros –, o projeto do HCGru foi qualificado e, com a aprovação, passa a ser tratado como prioridade nacional por todos os órgãos envolvidos nos trabalhos, que já estão adiantados no âmbito municipal.

Procurado pelo GuarulhosWeb, o Ministério da Economia (ao qual o PPI é vinculado) afirmou que o governo espera a “construção de um hospital moderno e em linha com as melhores unidades hospitalares do país, ampliando o atendimento à população de Guarulhos com qualidade, técnica e humanização”.

O novo hospital, que irá dobrar a capacidade de atendimento ao público entre 0 e 17 anos, terá 150 leitos, entre internação e apoio, incluindo áreas novas e específicas como traumas, por exemplo. O complexo também contará com setores exclusivos para pacientes que se encontrem em observação ou internação, os quais serão separados em razão do sexo e da idade dos pacientes.

Atualmente, o Hospital Municipal da Criança e Adolescente (HMCA), única unidade pública exclusivamente infantil em toda a região do Alto Tietê, funciona em um prédio alugado na região central, com apenas 74 leitos. A Prefeitura gasta, somente em aluguel, R$ 76 mil por mês, além do custeio estimado em aproximadamente R$ 3 milhões por mês.

O projeto guarulhense, que deve servir de exemplo para o Governo Federal utilizar em todo o Brasil, contará com a atuação do BNDES, que desenvolverá os estudos de viabilidade, fornecendo os subsídios necessários para a formatação do projeto de concessão na modalidade Parceria Público-Privada, sem custo para o município. O futuro parceiro privado ficará responsável pelo investimento em infraestrutura, realizando as obras, adquirindo os equipamentos e materiais necessários para a operação do complexo e atendimento aos pacientes.


Confira como será a estrutura do novo Hospital da Criança

- Estrutura: Construção de forma horizontal.

- Endereço: Rua Claudino Barbosa, 709, com a Rua Madalena, s/nº.

- Leitos: 150 leitos nas clínicas médicas, cirúrgicas, psiquiátricas e ortopédicas, divididos em leitos de emergência, enfermaria, UTI, centro cirúrgico e Hospital Dia.

- Apoio Ambulatorial: 22 especialidades e cirurgias eletivas, incluindo apoio diagnóstico com ressonância, tomografia, ultrassonografia, nasolaringoscopia e RX.


Sobre o PPI

Com o objetivo de ampliar os investimentos em infraestrutura e de ofertar alternativas para a melhoria da prestação de serviços públicos, o Governo Federal, por meio da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos - SPPI, trabalha na construção da Política Pública de Fomento às Concessões e Parcerias público-privadas dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. O intuito é o de fomentar a melhoria da qualidade dos projetos públicos para a concessão ou parceria, prestando a assistência técnica e financeira para a elaboração de estudos, levantamentos, projetos e investigações.