Sexta Feira, 03 de Julho de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Três presos tiveram casos confirmados de Covid-19 em Guarulhos; Um deles morreu, no Parada Neto

As visitas estão suspensas pela Justiça desde 20 de março

Por Redação GuarulhosWeb

30 de Junho de 2020 as 11:02

Segundo a Secretaria de Assuntos Penitenciários (SAP), ao todo, três casos de coronavírus foram confirmados nas duas penitenciárias de Guarulhos. Um homem morreu. Nos Centros de Detenção Provisória, apenas um está isolado, aguardando o resultados os exames. As visitas estão suspensas desde o dia 20 de março. 

A SAP informou ao Guarulhosweb que realiza busca ativa para casos similares à Covid-19 em toda a população prisional, além da aquisição de termômetros infravermelho e de oxímetro digital portátil. 

Na Penitenciária I "José Parada Neto" de Guarulhos foram confirmados 2 casos por exame PCR, um faleceu e o outro já está curado e retornou ao convívio. Na Penitenciária Desembargador Adriano Marrey Guarulhos II, um caso foi confirmado por exame PCR, o homem já retornou ao convívio. No Centro de Detenção Provisória I, há um caso suspeito, que está isolado em tratamento na enfermaria da unidade. No Centro de Detenção Provisória II, nenhum caso foi registrado. 

Caso seja confirmado o diagnóstico do paciente com suspeita, além de continuar seguindo os procedimentos indicados, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento e encaminhados para atendimento hospitalar em caso de agravamento. Ainda segundo a SAP, o servidores em contato com o paciente devem usam mecanismos de proteção padrão, como máscaras e luvas descartáveis.

“Estamos seguindo ainda as determinações do Centro de Contingência do coronavírus e avaliamos permanentemente o direcionamento de ações para o enfrentamento do problema. Medidas de higiene e distanciamento preconizados pelos órgãos de saúde foram aplicadas, foram suspensas as atividades coletivas; realizada a busca ativa para casos similares ao COVID-19; a limpeza das áreas foi intensificada; a entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo funcional foi restringida; foi determinada a quarentena para os presos que entram no sistema prisional: realizado o monitoramento dos grupos de risco; ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete; distribuição de EPIs como máscaras; horários alternados no refeitório e manutenção de filas, preservando-se o distanciamento seguro entre as pessoas”.