Quinta Feira, 22 de Abril de 2021

Bolsonaro recua e quer pagar mais duas parcelas de R$ 600

Anteriormente, ele havia anunciado que parcelas seriam de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Por Foto: Wilson Dias

30 de Junho de 2020 as 14:16

O presidente Jair Bolsonaro recuou e deve pagar a prorrogação do auxílio emergencial em mais duas parcelas de R$ 600, ao invés de três pagamentos de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a decisão tem como objetivo a fácil execução da proposta que, sem alteração de valores, não precisa de um novo texto com aprovação do Congresso.

A lei que aprovou o auxílio emergencial concedeu à Presidência a possibilidade de renová-lo, desde que os valores fossem mantidos.