Sábado, 24 de Outubro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

RESENHA GWEB – “Milf”? Mulheres Independentes Liberais e Fantásticas!

divertida comédia francesa que coloca um grupo de mulheres na posição de protagonistas, fugindo de alguns clichês hollywoodianos

Por Denis Le Senechal Klimiuc, especial para o GuarulhosWeb

23 de Julho de 2020 as 11:28

O termo “M.I.L.F.” se popularizou há poucos anos, em músicas e filmes, quando seu real significado começou a dominar rodas de conversa, sobretudo dos jovens em busca de experiências sexuais com mulheres mais velhas. Não é à toa, portanto, que “Mothers I Like to Fuck” ganhou conotações bastante explícitas na cultura pop. Felizmente, porém, alguns filmes conseguiram tirar proveito disso de forma menos ofensiva, como é o caso deste “Milf”, da Netflix.

Sonia, Cécile e Elise vão passar alguns dias em uma casa de praia, no litoral francês, enquanto a possível venda do imóvel ganha interessados e as três precisam organizar o local a fim de desocupá-lo o quanto antes. Com cada uma delas precisando se livrar de fantasmas de seus respectivos passados, elas na verdade embarcam na viagem com o intuito de desencanar um pouco dos problemas, e encontram a solução no corpo de três jovens.

Através de um estilo bastante diferente do que estamos acostumados a ver em filmes norte-americanos, a vida dessas três mulheres passa pelos olhares mais conservadores, enquanto se divertem com os rapazes em um quiosque à beira-mar. O filme não poupa as protagonistas do julgamento de coadjuvantes, mas os conduz de forma branda, deixando de lado qualquer moralismo que poderia cair em uma sucessão de clichês.

É claro que em muitos momentos o clichê permeia as piadas e o relacionamento de homens mais novos com mulheres de meia idade, mas ainda assim tudo é feito de forma fluida, gerando bons momentos de risada. Por outro lado, o erotismo aqui também foge da fotografia à meia-luz do que estamos acostumados a ver, o que pode parecer mais forte do que muita gente está acostumada a assistir. Mas a naturalidade está ali, sem dúvidas.

Por isso tudo, então, este “Milf” é uma boa comédia erótica, cuja maioridade para assistir já entrega um estilo que mais se assemelha a “365 Dni” do que “50 Tons de Cinza”. É o famoso jeito europeu em lidar com o sexo, mais livre do que a pornografia norte-americana a qual estamos acostumados a ver. É, acima de tudo, uma boa comédia erótica francesa.

 

Opinião Gweb

Nota do filme (de 0 a 5): 3

Recomendado? Sim. É uma divertida comédia francesa que coloca um grupo de mulheres na posição de protagonistas, fugindo de alguns clichês hollywoodianos.

Onde assistir: Netflix

 

Serviço

Milf

Ano: 2018

País: França

Duração: 101 min.

Direção: Axelle Laffont

Classificação: 18