Domingo, 09 de Agosto de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

MotoGP cancela mais três etapas, mas promete 14ª corrida da temporada na Europa

motovelocidade; MotoGP; Dorna; coronavírus

Por Redação GuarulhosWeb

31 de Julho de 2020 as 09:39

A temporada de 2020 da MotoGP não terá corridas fora da Europa.

Nesta sexta-feira, a Dorna, promotora do Mundial, anunciou o cancelamento de mais três etapas deste ano por conta da pandemia do novo coronavírus.

E justamente as últimas três fora do Velho Continente que ainda estavam pendentes de confirmação: Argentina, Malásia e Tailândia.

Programada inicialmente para ser a temporada mais longa da história da MotoGP, com 20 etapas, a categoria terá que se contentar com apenas 14 corridas ao longo do ano.

Em junho, a categoria anunciou um calendário provisório de 13 provas, começando neste mês com duas etapas em Jerez de la Frontera e finalizando em novembro com uma rodada dupla em Valência.

E deve confirmar a 14.

ª para o dia 22 de novembro, provavelmente no circuito de Portimão, em Portugal.

"É com grande tristeza que anunciamos o cancelamento destes GPs nesta temporada.

A falta delas será muito sentida.

A paixão dos fãs nestes continentes é incrível e cria uma atmosfera muito bem vinda ao esporte", disse Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, em um comunicado oficial divulgado nesta sexta-feira.

Ao mesmo tempo, a categoria confirmou a presença das três etapas no calendário de 2021, ainda sem datas oficializadas.

No caso da Tailândia, a promessa vai além: foi anunciada a renovação do contrato da prova até 2026.

Essa será a primeira temporada da MotoGP sem provas fora da Europa desde 1986.

A Espanha, em diversos autódromos, tem sete corridas programadas para esse ano.

Áustria e Itália têm duas, enquanto que a República Checa e a França recebem uma cada.

A categoria volta no próximo final de semana, no circuito checo de Brno, com a disputa da terceira etapa.