Terça Feira, 22 de Setembro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Moradores do Jardim Vermelhão pedem fim dos bailes funks

O bairro já foi palco de uma tragédia quando três jovens morreram pisoteados durante um “pancadão”

Por Foto: Arquivo Gweb

15 de Setembro de 2020 as 09:23

Os bailes funks frequentes no Jardim Vermelhão estão preocupando os moradores, que estão indignados com a situação. Neste sábado o “pancadão” teve início às 23h e terminou no domingo por volta das 5h. “O som alto e o barulho dos escapamentos das motos atrapalham o nosso sono. Nós chamamos a polícia, mas nada acontece”, disse uma moradora, que preferiu não se identificar. 

Ainda segundo a leitora do GuarulhosWeb, o baile deste sábado aconteceu na rua Central. Mas este não é o único ponto usado para os “pancadões”, que são organizados e compartilhados pelas redes sociais.

A Polícia Militar informou que desde o início da pandemia, a PM presta apoio aos órgãos municipais, principalmente à vigilância sanitária, na fiscalização de pancadões. A polícia informou ainda que realiza operações chamadas “Paz e Proteção”, que tem como objetivo impedir crime neste locais. 

Tragédia no Jardim Vermelhão

Três pessoas morreram pisoteadas confusão generalizada em baile funk no Campo do Jardim Vermelhão. O tumulto ocorreu durante show de MC Kapela, no dia 16 de novembro de 2018. 

Durante o show, o artista teria anunciado a chegada da polícia, o que teria provocado a correria. 

Dados SSP

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), de janeiro a setembro deste ano, 903 pessoas foram presas, 266 procurados recapturados, 114 armas de fogo e 361

kg de drogas apreendidas, além de 1.941 autuações de trânsito.