Terça Feira, 22 de Setembro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Prazo para partidos definirem candidatos para eleições termina nesta quarta-feira

Guarulhos pode ter até 12 candidatos a prefeito, incluindo o atual Guti que vai disputar a reeleição; últimas definições devem ocorrer nesta quarta-feira

Por Redação GuarulhosWeb

16 de Setembro de 2020 as 08:23

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que termina hoje (16) o prazo para os partidos realizarem suas convenções internas para escolherem os candidatos que vão disputar os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores nas eleições municipais de novembro. A Justiça Eleitoral espera receber mais de 700 mil registros de candidaturas no pleito deste ano. Em Guarulhos, até 12 nomes podem entrar na disputa para a Prefeitura da cidade, começando pelo atual prefeito Guti (PSD), que buscará a reeleição. Já confirmaram presença no pleito Elói Pietá (PT), Rodrigo Tavares (PRTB), Eduardo Barreto (PROS), Wagner Freitas (PTB), Simone Carleto (PSOL), Adriana Afonso (PL), Francislene Correa (PSDB) e Auriel Brito (PCdoB). Márcio Nakashima (PDT) pode ainda ser indicado como vice de outra candidatura, apesar de já ter o nome confirmado em convenção do partido. Néfi Tales Filho (PSL) foi aprovado em convenção, mas aguarda decisão da Justiça Eleitoral. Jovino Cândido (PV) cogitou ser candidato, mas não tem a confirmação ainda.

O prazo está previsto na Lei das Eleições e deveria ter sido encerrado em agosto. No entanto, o período das convenções foi prorrogado por 42 dias devido ao adiamento das datas do calendário eleitoral em função da pandemia da covid-19.

O Congresso adiou o primeiro turno das eleições deste ano de 4 de outubro para 15 de novembro. O segundo turno, que seria em 25 de outubro, foi marcado para 29 de novembro.

O registro dos candidatos escolhidos pelas legendas deverá ser feito até 26 de setembro na Justiça Eleitoral dos estados.

A íntegra do calendário eleitoral pode ser acessada no site do TSE.

Protocolo de saúde

Na semana passada, o TSE definiu o protocolo sanitário com medidas preventivas para eleitores e mesários que vão trabalhar no pleito. Os eleitores só poderão para entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras faciais e deverão higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. A distância de um metro entre as demais pessoas também deverá ser mantida. O TSE recomenda ainda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

Eleitores e mesários que estiverem com sintomas da covid-19 não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão divulgados nas seções eleitorais para orientar os eleitores.