Sexta Feira, 23 de Outubro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Primavera começa nesta terça com temperatura mais amena em SP e litoral paulista

No interior, as temperaturas não caem tanto em áreas do centro-norte e oeste do Estado, que tiveram dias de calor na última semana

Por Renata Okumura / Foto: Freepik

21 de Setembro de 2020 as 11:29

A primavera deve começar com dias de temperaturas mais amenas na capital paulista e no litoral, até com sensação de frio, em comparação com os últimos dias. A estação tem início nesta terça-feira, 22, às 10h31, horário de Brasília, e vai até às 7h02 de 21 de dezembro, quando começará o verão.

Segundo a Climatempo, as temperaturas permanecem baixas até quarta-feira, 23.

Nesta segunda-feira, 21, a mínima será de 13ºC e a máxima de 18ºC, e o dia deve ser chuvoso.

Na terça-feira, permanece a mesma temperatura mínima, com máxima de 17ºC.

"Nesta segunda-feira, a frente fria começa a se afastar, mas o tempo continua instável.

Entre segunda e terça-feira o céu continua nublado.

A chuva acontece de forma frequente, com intensidade de moderada a forte em alguns momentos", disse a Climatempo.

Já no interior, as temperaturas não caem tanto em áreas do centro-norte e oeste do Estado, que tiveram temperaturas máximas de quase 40°C nos últimos dias.

Durante a primavera, a previsão é de que haja maior concentração de umidade nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, possibilitando a ocorrência de chuva.

Em outubro, a chuva deve prevalecer sobre São Paulo, mas em novembro e em dezembro, será mais frequente e volumosa sobre Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

La Niña 

De acordo com a Climatempo, desde o começo de setembro, as águas do oceano Pacífico Equatorial Leste estão com temperatura abaixo da média.

"É este resfriamento que caracteriza o fenômeno oceânico-atmosférico La Niña que, como o El Niño (aquecimento acima do normal do Pacífico Equatorial Leste), modifica o padrão de chuva e de temperatura em diversas regiões do planeta", explicou o site de meteorologia, que prevê que o fenômeno seja fraco e de curta duração.