Sexta Feira, 23 de Outubro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Doria diz que vacina chinesa contra Covid-19 tem que ser obrigatória em SP

Segundo o governador João Doria, se depender dele, a aplicação das doses será obrigatória para os paulistas.

Por Redação GuarulhosWeb

21 de Setembro de 2020 as 14:01

São Paulo deve receber, já em outubro, 5 milhões de unidades da Coronavac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Segundo o governador João Doria, se depender dele, a aplicação das doses será obrigatória para os paulistas.

Parte da população, entretanto, não confia na tecnologia da China, onde surgiu a Covid-19. "Dentro do que estiver ao meu parâmetro e ao alcance da lei, a vacina, em São Paulo, será obrigatória", afirmou Doria.

"Digo com convicção, como cristão que sou. Não faz o menor sentido a pessoa ter qualquer tipo de discriminação. Primeiro, é uma vacina que salva. Segundo, discriminar a vacina por ser chinesa. É uma narrativa falsa", completou o governador.

Até o fim do ano, 46 milhões de unidades devem ser produzidas. Nos primeiros dois meses de 2021, de acordo com Doria, toda população de São Paulo já deve estar vacinada. O governo ainda negocia com o Ministério da Saúde um investimento de cerca de R$ 1,9 bilhão, que possibilitaria a oferta de 100 milhões de doses até maio de 2021. O presidente Jair Bolsonaro, porém, tem preferência pela vacina de Oxford.