Quinta Feira, 15 de Abril de 2021

Estado assina com laboratório chinês para produzir 46 milhões de doses da Coronavac até dezembro

Além da quantidade já informada, outras 14 milhões de doses devem chegar a São Paulo até fevereiro de 2021

Por Redação GuarulhosWeb

30 de Setembro de 2020 as 13:54

Foi assinado nesta quarta-feira, 30/9, o contrato entre o Estado e a Sinovac para o fornecimento de 46 milhões de doses da coronavac - vacina contra o coronavírus - até dezembro deste ano. O anúncio aconteceu durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Além da quantidade já informada, outras 14 milhões de doses devem chegar a São Paulo até fevereiro de 2021. O governo ainda aguarda o resultado dos testes, mas o governador João Doria prevê o início da vacinação aos profissionais de saúde - grupo priorizado - já em 15 de dezembro.

"Os testes seguem até 15 de outubro. Mas, estamos confiantes no resultado. Estamos avançando positivamente com esperança de que essa será uma das mais promissoras vacinas contra a covid-19", afirmou Doria.

O acordo custará a São Paulo US$ 90 milhões. Atualmente, os estudos da vacina acontecem em 16 centros de estudos, em sete estados e o Distrito Federal. Na China, um estudo recente mostrou que das 50 mil pessoas vacinadas, 94,7% não apresentaram efeitos contrários à dosagem.