Sábado, 31 de Outubro de 2020
(11) 94702-3664 Whatsapp

Média móvel de mortes por Covid-19 em Guarulhos cai mais 46%

Números são divulgados pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Seade

Por Redação GuarulhosWeb

16 de Outubro de 2020 as 12:03

Sete meses após Guarulhos ter registrado o primeiro caso de coronavírus, a cidade apresenta dados que apontam para o declínio da pandemia, de forma contínua. A média móvel de mortes nesta quinta-feira, 15 de outubro, foi de 2,29 por dia, o menor índice desde o dia 22 de abril, quando não era inferior a 1 por dia, com 0,86. No dia seguinte, 23, a média triplicou e foi para 2,57.

A queda na média móvel de mortes, que leva em consideração os registros dos últimos sete dias, em relação a duas semanas atrás em Guarulhos é de 46,6%. No dia 2 de outubro, era de 4,29 por dia. Nesta semana, a cidade teve quatro dias seguidos sem registros de óbitos, segundo os números divulgados diariamente pela Vigilância Epidemiológica do Estado, por meio do site do Seade.

O registro de novos casos também se mantém abaixo de 100 por dia desde 22 de setembro, quando foi de 104. De lá para cá, uma sequência de quedas, com alguns altos e baixos. Em 2 de outubro, exatamente duas semanas atrás, registrou a menor média - 60 – desde 15 de maio, quando foi de 59. Neste dia 15, a média móvel foi de 80, número 33,3% maior, porém se mantendo em um patamar aceitável, ainda mais quando se considera que a Prefeitura vem promovendo desde a semana passada novos mutirões de testes rápidos gratuitos para a população, o que faz aumentar o registro de casos.

Diante do aparente controle da doença em Guarulhos, que também mantém em baixa os números de ocupação nos leitos de UTI para Covid por várias semanas seguidas, sempre abaixo de 60%, o prefeito Guti (PSD) anunciou nesta quinta-feira que passará a fazer atualizações sobre a doença apenas uma vez por semana. Durante cinco meses, entre março e setembro, ele realizava transmissões ao vivo diariamente, depois diminuindo a partir do final do mês passado para duas por semana. Segundo informou, falará somente às sextas-feiras, às 19h, ou então em edições extras caso tenham informações relevantes.