Quinta Feira, 15 de Abril de 2021

Após pressão por liberação Guarulhos deve receber vacinas às 15h30 desta quarta-feira

Prefeito Guti cobrou publicamente a liberação das doses, que já estavam na cidade; Deputado Jorge Wilson também interveio junto ao Estado

Por Redação GuarulhosWeb

20 de Janeiro de 2021 as 08:54

O lote destinado a Guarulhos da vacina contra o coronavírus deve ser liberado às 15h30 desta quarta-feira, 20/01. O GuarulhosWeb apurou que a informação já teria chegado ao prefeito Guti por meio do secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi.

A liberação vem após cobranças públicas do prefeito de Guarulhos para que a campanha de imunização comece o quanto antes. Em live divulgada na noite desta terça-feira, 19, Guti pressionou o Governo do Estado. “Os guarulhenses estão reclamando, e com razão, querendo o início imediato da vacinação. Nós ainda não recebemos a vacina do Governo do Estado”, lamentou.

O deputado estadual Jorge Wilson Xerife também interveio junto ao Governo Estadual. Ele esteve nesta terça no Palácio dos Bandeirantes solicitando a rápida liberação das vacinas para Guarulhos.

Vacinas que, por sinal, já estão em território municipal. O centro de distribuição do Ministério da Saúde fica em Cumbica, o que, em tese, facilitaria a logística da liberação. No entanto, cidades mais distantes, como Campinas, Marília e Ribeirão Preto, receberam antes as doses, com direito a visitas festivas do governador João Doria. Osasco e cidades do ABC paulista receberam nesta terça.

Após as primeiras pessoas terem sido vacinadas, no domingo, na Capital, minutos após a liberação do uso emergencial pela Anvisa, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, esteve em Guarulhos na manhã de segunda-feira, 18, para entregar os lotes aos governadores dos estados. São Paulo já tinha seu lote disponível e começou a distribuição aos municípios.

A Prefeitura de Guarulhos pretendia iniciar a vacinação na própria segunda-feira. Já existe toda uma organização logística para que os profissionais da saúde recebam as primeiras doses. Mas o início da imunização ainda não foi possível.