Domingo, 18 de Abril de 2021

Estado cancela agendamento de cirurgias eletivas

Apenas cirurgias em casos que apresentem riscos à vida serão realizadas

Por Redação GuarulhosWeb

22 de Janeiro de 2021

Em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira, 22/1, o Estado anunciou que, diante da segunda onda de casos de coronavírus, agendamento e realização de cirurgias eletivas, em São Paulo, estão suspensos.

Não é a primeira vez que o governo Doria adota a medida. No começo da quarentena, em março, o Estado tomou a mesma atitude para destinar leitos vazios exclusivamente na recuperação de pacientes com Covid-19. Em novembro, com medo da segunda onda, a ação foi novamente imposta.

Apenas cirurgias em casos que apresentem riscos à vida serão realizadas. A administração receia perder leitos para pacientes em recuperação de procedimentos cirúrgicos. Ao todo, mais de 700 leitos serão criados em todo o estado, mais de 300 deles de alta complexidade. O hospital de campanha de Heliópolis, na Capital, será reativado.