Sexta Feira, 23 de Abril de 2021

AVALIAÇÃO - Honda WR-V EXL mais encorpado se consolida como SUV de entrada da marca

Sem perder o conforto, a tecnologia e a versatilidade, além de segurança e excelente dirigibilidade, o WR-V agrada por uma série de motivos

Por Reportagem: Ernesto Zanon/Carro Express – Imagens: Lucas Dantas e Paulo Manso

16 de Fevereiro de 2021 as 09:32

Demorou um pouco para o mercado entender que o Honda WR-V era um SUV de entrada, que chegou para brigar em boas condições com a concorrência, ainda dominada pelo Ford Ecosport, Renault Duster, além de outros importados que tentam ocupar este espaço. Quando lançado, o carro da Honda passou a impressão de ser um Fit aventureiro, já que herdou praticamente a mesma estrutura e até carroceria do monovolume preferido pelos brasileiros por quase duas décadas. Agora, tenta se descolar do irmão e se apresentar com personalidade própria, seguindo a trajetória dos maiores HR-V e CR-V (SUVs médio e grande da marca nipo-brasileira).

Para tanto, a linha 2021 ganhou um novo design, mais equipamentos de série e um certo refinamento da versão top de linha, ELX, avaliada pelo GuarulhosWeb/Carro Express. Sem perder o conforto, a tecnologia e a versatilidade, além de segurança e excelente dirigibilidade, o WR-V agrada por uma série de motivos. De quebra, carrega o título de melhor valor de revenda da categoria, segundo publicações especializadas.


CONFIRA AQUI O VÍDEO DA AVALIAÇÃO

 

Na linha 2021, o WR-V ganha um design ainda mais robusto. Na dianteira, o SUV traz uma nova grade frontal, com desenho horizontal e área cromada mais estreita, valorizando o logotipo da Honda ao centro. O visual é complementado pelos faróis com tecnologia de LED, que amplia a luminosidade e reforça o visual frontal. Os faróis de neblina, em todas as versões, ganham uma nova moldura, mais robusta, com lâmpadas em LED. Todas as versões trazem luzes diurnas de rodagem em LED.

Na traseira, o WR-V também apresenta algumas mudanças, mas é onde ele mais lembra o Fit, apesar de tentar apresentar uma lanterna diferenciada. O novo para-choque – com 67 mm a mais no comprimento – deixou o visual robusto, junto às novas lanternas e iluminação em LED. Para completar as novidades no design externo, o SUV traz rodas de 16 polegadas, com um novo acabamento escurecido.

Por dentro, mais novidades. A versão EXL possui bancos em couro, traz novas costuras na cor preta. O painel ganha atualizações pontuais nas cores aplicadas, com a utilização de friso do volante e molduras do painel em black piano, com detalhes cromados, aumentando o refinamento interno do modelo.

Na lista de equipamentos, o WR-V é equipado com ar-condicionado, direção assistida eletricamente, vidros elétricos nas quatro portas e retrovisores elétricos com setas integradas. O SUV traz ainda imobilizador, sistema de áudio com conexão Bluetooth e câmera de ré integrada, além de tapetes em carpete. O ar-condicionado é digital e automático touchscreen, que torna mais prático e eficiente o controle da temperatura interna. A central multimídia touchscreen de 7 polegadas tem com conectividade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

Traz ainda o apoio de braço no console central, painel bluemeter, volante revestido em couro e controle de cruzeiro. A versão avaliada traz paddle shifts para trocas sequenciais de marchas, sensores de estacionamento traseiros e sistema de áudio com dois tweeters adicionais aos quatro alto-falantes. Conta também com navegador GPS integrado ao sistema multimídia, retrovisores eletricamente rebatíveis, sensores de estacionamento dianteiros e espelho interno fotocrômico.

Todas as versões do WR-V trazem airbags frontais, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), além da exclusiva estrutura de deformação progressiva ACETM (Advanced Compatibility Engineering) e barras de proteção nas portas, garantindo a máxima proteção nas eventuais situações de colisão.

Diferente de outras marcas que vêm apostando na motorização turbo desde os modelos de entrada, a Honda ainda reserva o dispositivo para o Civic e HR-V. O WR-V segue equipado com o consagrado e eficiente motor 1.5 i-VTEC FlexOne, que garante desempenho satisfatório nas diferentes condições e economia de combustível. Com etanol, são 116 cv de potência a 6.000 rpm. Já com gasolina, 115 cv. A transmissão CVT possui conversor de torque, proporcionando aceleração linear. Como quase uma marca da Honda, trata-se de um sistema para lá de eficiente que agrada demais, com trocas precisas e suaves.

O preço de tabela do Honda WR-V EXL pode até assustar um pouco, já que está avaliado em R$ 95.392. Mas quando se faz uma pesquisa do que o mercado oferece por este valor, prós e contras, o consumidor deve sim considerar o modelo como uma compra possível. O também Honda HR-V mais simples, a versão LX, que não oferece os mesmos equipamentos do modelo avaliado, sai por R$ 106.351.