Início » Agência revela que US Open tem 2 jogos investigados por manipulação de resultados
Estadão

Agência revela que US Open tem 2 jogos investigados por manipulação de resultados

Meses após surgir a notícia de que duas partidas em Wimbledon, Grand Slam em Londres, na Inglaterra, estavam sendo investigadas por manipulação de resultados, o mesmo aconteceu com o US Open, em Nova York, nos Estados Unidos, que também teve dois jogos suspeitos denunciados à Agência para a Integridade do Tênis (ITIA, na sigla em inglês).

Entre julho e setembro de 2021, a ITIA recebeu um total de 38 alertas de jogos por meio de seus memorandos de entendimento confidenciais com a indústria de apostas regulamentadas. Nesta lista já estão os dois jogos de Wimbledon, sendo uma no torneio de simples e outro nas duplas, e os dois do US Open.

Além dos quatro alertas em Grand Slam, são mais 13 em torneios da série Challenger, um em ATP 250, um em Copa Davis, nove em ITF M25, sete em ITF M15, um em ITF W80 e dois em ITF W15.

"Todos os alertas reportados à ITIA são registrados, avaliados e acompanhados como um indicador de que algo impróprio pode ter acontecido. É importante notar que um alerta por si só não é evidência de corrupção", explicou a entidade.

Sobre as investigações em Wimbledon, o All England Lawn Tennis & Croquet Club (AELTC, sigla em inglês), clube que sedia e organiza o Grand Slam mais tradicional do circuito, declarou que a "integridade do esporte é da maior importância para Wimbledon", e que continuarão a "investir em medidas adicionais para apoiar a operação de integridade no local durante o torneio".

Estabelecida em janeiro deste ano como uma organização regulada pelos principais órgãos dirigentes do tênis (ATP, WTA, ITF e Grand Slam Board), a ITIA trabalha como uma instituição completamente independente, visando zelar e preservar a integridade do esporte em todo o mundo.