Estadão

Athletico-PR vai decidir em casa a final contra o Atlético-MG na Copa do Brasil

O primeiro jogo da final da Copa do Brasil entre Athletico-PR e Atlético-MG acontecerá no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto o segundo jogo da final fica marcado para a Arena da Baixada, em Curitiba. A CBF sorteou a ordem dos mandos de campo dos dois jogos na tarde desta quinta-feira, no auditório da entidade no Rio de Janeiro (RJ), com presença dos treinadores das duas equipes: Alberto Valentim, do Athletico-PR, e Cuca, do Atlético-MG.

O grande campeão da Copa do Brasil irá embolsar nesta temporada R$ 56 milhões com o título. Vale lembrar que o gol fora de casa, chamado gol qualificado, não é mais critério de desempate na competição nacional.

Os dois jogos da decisão desta Copa do Brasil deverão fechar a temporada do futebol brasileiro em 2021. A previsão para a partida de ida é no domingo, dia 12 de dezembro, enquanto a volta deverá acontecer logo depois, na quarta-feira, dia 15.

Ainda invicto na competição, o Athletico-PR eliminou o Avaí na terceira fase, passou pelo Atlético-GO nas oitavas de final e derrotou o Santos nos dois confrontos das quartas. Pela semifinal, o time paranaense eliminou o Flamengo para chegar à decisão pela terceira vez em sua história. O Athletico levantou a taça em 2019.

Campeão em 2014, o Atlético-MG também disputará a final da Copa do Brasil pela terceira vez em sua história. Nesta temporada, o clube de Belo Horizonte deixou o Remo pelo caminho na terceira fase. Depois passou por Bahia, nas oitavas, e Fluminense, nas quartas de final. Na fase semifinal, o Atlético-MG venceu os dois jogos diante do Fortaleza para garantir vaga na decisão.

O Athletico-PR também está na disputa do título da Copa Sul-Americana, contra o Red Bull Bragantino. A final será em jogo único no sábado, dia 20 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Já o Atlético-MG é líder isolado do Brasileirão e entra nesta reta final buscando confirmar o título do torneio.

Antes do sorteio, os dois treinadores minimizaram a ordem dos jogos das finais e falaram sobre como a disputa de título em competições paralelas poderá influenciar na Copa do Brasil. "Acho que vai ter uma distância boa de dias entre o fim das competições. Temos nossas obrigações nos jogos do Brasileirão também. Vai ter muito tempo para esquecer e se preparar para a final da Copa do Brasil", afirmou Alberto Valentim.

"Tem muita água para passar embaixo da ponte até lá. Não é hoje que temos que pensar nesta decisão. Temos o Brasileirão, no qual um bom encaminhamento pode fazer com que a gente chegue bem na final da Copa do Brasil também", completou Cuca.