Carro GWeb TV

AVALIAÇÃO – Fiat Strada ganha câmbio automático e fica mais completa

Ernesto Zanon – Do Carro Express – Edição de imagens: Danilo Sanches

Não falta mais nada. O câmbio automático, que hoje equipa mais da metade dos carros comercializados no Brasil, chegou às picapes compactas, que até agora só eram oferecidas com transmissão manual. O pioneirismo tem nome e sobrenome: Fiat Strada. O equipamento, que garante maior conforto e facilidade para dirigir, está disponível em duas versões da picapinha, as tops Volcano e Ranch.


O Carro Express avaliou durante 10 dias a Volcano AT, que custa pouco mais de R$ 115 mil. A versão é praticamente idêntica a equipada com câmbio manual, mas custa cerca de R$ 5 mil a mais. Para quem quer mas comodidade, vale a pena investir este valor – que parece alto – numa picape compacta, mas cabine dupla e muito bem equipada de série.
Vale frisar logo de cara que uma picape compacta cabine dupla pode levar até cinco passageiros. Mas não existem milagres. Quem for no banco traseiro irá apertado. O espaço é menor do que o oferecido em hatchs compactos. A compensação está na caçamba, que tem 844 litros de volume e pode carregar até 600 kg. Ou seja, é um veículo de carga que leva passageiros, com algum nível de conforto.

A cereja do bolo está na transmissão automática CVT, com sete velocidades simuladas, que vai bem com o motor 1.3 Firefly de até 107 cv de potência quando abastecido com etanol e 98 cv com gasolina. Nos primeiros dias, há até um certo incômodo. Parece que câmbio e motor não falam a mesma língua. Mas mais alguns dias, quando você começa a se adaptar melhor e passa a dosar melhor o pé, as respostas agradam.


A Strada AT conta com três modos de condução. O automático que leva em consideração a forma como o motorista dirige e a situação do veículo. Já o manual que permite a troca das sete marchas de maneira sequencial por meio de borboletas no volante ou pela própria alavanca de câmbio. Tem ainda o Sport, voltado para quem busca uma condução mais divertida e ágil. A picape fica mais esperta, com respostas rápidas.

A versão Volcano, considera top, só fica abaixo da Ranch, uma série especial que oferece alguns itens a mais, principalmente na aparência. Em equipamentos, a Strada AT traz muita coisa embarcada, que a colocam numa situação bem interessante em termos de conforto, tecnologia e segurança.


No design, o estilo marcante aparece nos faróis de LED afilados com luzes DRL (Daytime Running Light), grade com o Logo Script da marca no centro com a Fiat Flag à direita e o capô vincado, que sugere força e robustez. Vale lembrar que ela se parece muito com a irmã um pouco maior Toro, a ponto de confundir quem olha de fora.

Tem também controle de estabilidade com assistente de partida em rampa (Hill Holder), controle de tração avançado E-Locker (TC+) que permite ao modelo ir mais longe, fazendo ajustes constantes para garantir o máximo de tração mesmo em pisos escorregadios a até 65 km/h. Ou seja, apesar de não ser uma 4×4, enfrenta terrenos difíceis com boa desenvoltura. Tem altura livre do solo entre os eixos (de até 233 mm), ângulos de entrada acima de 23º e saída de obstáculos além de 28º, além de contar com a suspensão traseira de eixo rígido do tipo ômega.
A Nova Strada AT tem ainda quatro airbags, que incluem bolsas laterais que protegem simultaneamente o tórax e a cabeça dos ocupantes. São de série também sensores sonoros e câmera de ré com linhas dinâmicas, que facilitam as manobras, faróis de neblina e sensor monitoramento da pressão dos pneus.

A direção tem assistência elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, volante multifuncional, retrovisores elétricos e quadro 3,5” de TFT atrás do volante, onde aparecem informações básicas do computador de bordo. O sistema multimídia de 7 polegadas conta com conectividade com Android Auto e Apple Carplay sem cabos. É um golaço da Fiat, já que é possível entrar no carro e ficar conectado sem a necessidade de usar cabos até mesmo para carregar o celular. A picape vem com o Wireless Charger, para carregamento do smartphone sem fio.

Um segundo conector USB permite aos passageiros do banco traseiro carregarem seu aparelho celular, ao mesmo tempo que aproveitam o amplo espaço e o fácil acesso graças às portas traseiras com abertura de 80º. Os assentos traseiros laterais também possuem fixação Isofix para cadeirinhas.