Estadão

Banco Mundial anuncia pacote de US$ 723 milhões para a Ucrânia

O Banco Mundial anunciou nesta segunda-feira, 7, um pacote de US$ 723 milhões em apoio financeiro à Ucrânia, na esteira da ofensiva militar russa no país. O valor total inclui uma linha de empréstimo de US$ 350 milhões já anunciada, elevada em cerca de US$ 139 milhões por garantias de Holanda e Suécia.

Reino Unido, Dinamarca, Letônia, Lituânia e Islândia contribuíram com US$ 134 milhões até o momento, enquanto Japão forneceu US$ 100 milhões em financiamento paralelo. Os recursos serão mobilizados para ajudar o governo a seguir oferecendo serviços importantes, como salários a funcionários de hospitais, aposentadorias e programas sociais para os mais vulneráveis.

O Banco Mundial afirmou que prepara um pacote de US$ 3 bilhões ao país nos próximos meses, com dinheiro direcionado também às nações vizinhas que recebem refugiados. "O Grupo Banco Mundial está tomando medidas rápidas para apoiar a Ucrânia e seu povo diante da violência e da perturbação extrema causada pela invasão russa", disse o presidente da instituição, David Malpass.