Estadão

Bia Haddad perde de americana e cai na última rodada do quali de Wimbledon

A tenista brasileira Beatriz Haddad Maia bateu na trave e caiu na última rodada do qualifying de Wimbledon, nesta quinta-feira. Após duas vitórias, a número 1 do Brasil foi superada pela americana Katie Volynets, de 19 anos, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4, em 1h32min de jogo.

Na grama de Londres, Bia obteve três quebras de saque, contra cinco da número 200 do ranking. Disparou 23 bolas vencedoras, diante de 16 da rival. Mas cometeu 29 erros não forçados, contra 13 da adversária. Atual 188ª do mundo, a brasileira deve subir boas posições na lista da WTA, apesar da queda ainda no qualifying.

Sua participação em Wimbledon marca seu retorno a um Grand Slam. Bia não disputava um torneio deste nível desde 2019, quando surpreendeu na própria grama inglesa, ao eliminar a ex-número 1 do mundo Garbiñe Muguruza logo na estreia. Logo depois ela sofreu punição por doping, que encerrou de forma precoce sua temporada 2019.

Como vem sendo recorrente nos últimos anos, Bia lutava para ser a única brasileira na chave de simples do torneio. No masculino, Thiago Monteiro entrará direto na chave principal. Thiago Wild, João Menezes e Felipe Meligeni Alves competiram no quali, mas também foram eliminados. Wild foi o único a vencer um jogo – caiu na segunda rodada.

Nas duplas, o Brasil deve ter Luisa Stefani no feminino e Bruno Soares, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner no masculino.