Estadão

Biden ordena envio de tropas adicionais para apoiar aliados da Otan

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou ter enviado tropas adicionais para aumentar a capacidade americana na Europa e apoiar aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Em comunicado emitido após reunião extraordinária da Otan, Biden disse ser bem-vinda a decisão da Organização de ativar seus planos de defesa e elementos da Força de Resposta Otan para fortalecer sua postura coletiva, assim como os comprometimentos de aliados para desdobrar forças terrestres e aéreas adicionais para o flanco oriental e forças marítimas do Extremo Norte ao Mediterrâneo. O líder reforçou seu comprometimento em defender "cada centímetro" do território da Otan.

"A Otan mais uma vez está demonstrando que apoia a liberdade e a democracia", disse. "O presidente Putin falhou em seu objetivo de dividir o Ocidente". Biden afirmou que a Organização está "unida e resoluta como sempre" e que mantém portas abertas para Estados europeus que compartilhem dos mesmos valores e um dia desejem se reunir à aliança ocidental.

O presidente americano também informou ter conversado com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensk, e elogiado as ações corajosas de sua população, que lutava para defender seu país. "Também transmiti a manutenção do apoio econômico, humanitário e de segurança fornecido pelos Estados Unidos, bem como nossos esforços contínuos para reunir outros países para fornecer assistência semelhante".