Estadão

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela diante de piora da pandemia

As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 24, após terem iniciado o pregão em alta. A onda de casos de covid-19 na região segue como principal foco dos mercados. No entanto, ações de petroleiras impulsionaram alguns índices acionários, como o de Londres.

Mesmo diante desse cenário de cautela, o índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,09%, a 479.69 pontos. Em Milão, o FTSE MIB apresentou alta de 0,63%, a 27.109,30 pontos, mesmo com o anúncio de novas restrições para pessoas não vacinadas contra o coronavírus na Itália. Em Lisboa, o PSI 20 teve ganho de 0,45%, a 5.522,37 pontos.

"Os mercados europeus viram outra sessão mista com o DAX sendo pressionado por preocupações de que o novo governo alemão, sob o novo chanceler Olaf Scholz, poderia estar à beira de implementar outro lockdown em grande escala, em uma tentativa de conter o aumento de hospitalizações que estão subindo acentuadamente", comenta o analista-chefe de mercados da CMC, Michael Hewson.

O DAX, índice de referência de Frankfurt, fechou em baixa de 0,37%, a 15.878,39 pontos. Segundo dados divulgados hoje, o índice Ifo de sentimento das empresas da Alemanha recuou de 97,7 em outubro a 96,5 na leitura para novembro.

Em Paris, o CAC 40 caiu 0,03%, a 7.042,23 pontos. O Ibex 35, por sua vez, recuou 0,26% em Madri, a 8.792,00 pontos.

Fabio Panetta, dirigente do Banco Central Europeu (BCE), destacou hoje a existência de riscos de baixa à perspectiva regional. Membro do Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Silvana Tenreyro, por sua vez, disse que "se vê pensando mais" em um aumento da taxa básica de juros do país no médio prazo no Reino Unido, a fim de controlar a pressão inflacionária.

Hewson, da CMC, também destaca que o FTSE 100, índice da Bolsa de Londres, apresentou desempenho superior aos pares novamente hoje, ajudado em parte pelo elevado nível dos preços do petróleo, que impulsionou as ações de petroleiras como BP (+1,50%)e a Royal Dutch Shell (+1,32%). O índice londrino, por sua vez, fechou em alta de 0,27% a 7286,32 pontos.

Nos EUA, as bolsas de Nova York abriram em baixa, mas ganharam fôlego na véspera do feriado do Dia de Ação de Graças, após uma bateria de indicadores econômicos dos EUA. Os pedidos de auxílio-desemprego, por exemplo, caíram a nível bem abaixo do estimado. Mas também há cautela antes da divulgação da ata da reunião mais recente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).