Estadão

Bolsas da Ásia fecham em queda, com nova variante da covid-19 em foco

Os mercados acionários da Ásia registraram pregão negativo, nesta sexta-feira. A notícia sobre uma nova variante da covid-19 potencialmente perigosa localizada na África do Sul provoca uma onda de cautela global, reduzindo o apetite pelas ações também nas praças asiáticas.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou em baixa de 2,53%, em 28.751,62 pontos. Papéis de empresas do setor ferroviário estiveram entre as principais quedas, com Central Japan Railway em baixa de 3,3% e East Japan Railway, de 2,4%. Entre outras ações em foco, SoftBank caiu 5,2%, após a notícia de que a China teria pedido à Didi, empresa na qual o banco tem participação acionária, que deixe de ser negociada nos EUA.

Na China, a Bolsa de Xangai fechou em baixa de 0,56%, em 3.564,09 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, caiu 0,20%, a 2.623,58 pontos. Fabricantes de chips lideraram as perdas, estendendo fraqueza recente após os Estados Unidos colocaram várias empresas do país asiático em uma lista sobre preocupações com a segurança nacional e a política externa.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng terminou em queda de 2,67%, a 24.080,52 pontos. A nova variante da covid-19 provocou cautela local, com ações de cassinos entre as maiores quedas. Sands China caiu 7,2% e Galaxy Entertainment, 6,8%. No setor aéreo, Cathay Pacific caiu 4,1% e Air China, 3,8%. Incorporadoras novamente ficaram sob pressão, com China Evergrande em baixa de 10% e Fantasia Holdings, de 5,9%.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi registrou baixa de 1,47%, a 2.936,44 pontos, na Bolsa de Seul. Além do noticiário vindo da África do Sul, o sentimento foi prejudicado por relatos de que os casos graves da covid-19 na Coreia do Sul subiram a nível recorde. O setor de transporte aéreo foi o mais prejudicado, com Asiana Airlines em baixa de 4,1% e Korean Air Lines, de 3,4%.

Em Taiwan, o índice Taiex terminou em queda de 1,61%, em 17.369,39 pontos.

<b>Oceania</b>

Na Oceania, o índice S&P/ASX 200 fechou em baixa de 1,73%, em 7.279,30 pontos, em Sydney, também com a nova variante da covid-19 penalizando as ações. Com isso, o mercado australiano registrou a terceira semana consecutiva de quedas. Bancos e mineradoras se saíram mal, com baixas também no setor de tecnologia.

* Com informações da Dow Jones Newswires