Economia

Bolsas europeias fecham em alta na expectativa de medidas de estímulo do BCE

As principais bolsas europeias fecharam em alta, com os investidores na expectativa de novas medidas de estímulo à economia por parte do Banco Central Europeu (BCE). O volume de negócios foi reduzido por causa dos feriados da semana. O mercado também operou na expectativa da segunda votação na eleição do novo presidente da Grécia pelo Parlamento do país, nesta terça-feira, 23.

Na semana passada, Benoît Coeuré, membro do Conselho Executivo do BCE, disse em entrevista ao Wall Street Journal que “não é uma questão de se devemos fazer alguma coisa, mas sim uma discussão sobre a melhor maneira de fazê-lo”. A Pacific Investment Management Co. (Pimco) prevê que o BCE anuncie um programa de compras de bônus de 500 bilhões de euros a 1 trilhão de euros, ou na reunião de janeiro ou na de março.

As ações da Deutsche Telekom subiram 1,39% e as da Axel Springer avançaram 1,04%, em reação a informes de que as duas empresas estão em negociações para que a Axel Springer compre o portal T-Online. Em Paris, as ações da Alstom caíram 0,56%, depois de a empresa concordar em pagar US$ 772 milhões para não ser julgada sob a acusação de ter pago propinas em vários países para vencer licitações.

O índice FT-100, da Bolsa de Londres, fechou em alta de 31,47 pontos (0,48%), em 6.576,74 pontos. O Xetra-DAX, da Bolsa de Frankfurt, fechou em alta de 78,80 pontos (0,81%), em 9.865,76 pontos. O CAC-40, da Bolsa de Paris, subiu 12,78 pontos (0,30%), para fechar em 4.254,43 pontos.

O FT-Mib, da Bolsa de Milão, subiu 90,21 pontos (0,48%) e fechou em 19.074,04 pontos. O Ibex-35, da Bolsa de Madri, ganhou 7,40 pontos (0,07%), para 10.371,00 pontos. O PSI-20, da Bolsa de Lisboa, recuou 10,29 pontos (0,21%) e fechou em 4.869,89 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.