Início » Cine Marquise anuncia patrocínio e reformulação de espaços
Estadão

Cine Marquise anuncia patrocínio e reformulação de espaços

O charmoso espaço do Cine Marquise, cinema localizado no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, anunciou nesta quinta-feira, 7, seus patrocinadores. Sabesp, Globoplay e Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE) são as marcas que estão trabalhando em conjunto com a Tonks, responsável pelo complexo, para recuperar a infraestrutura do local.

Com isso, o Cine Marquise – fechado desde fevereiro de 2020, quando ainda se chamava Cinearte – renomeia seus principais espaços. O lobby do cinema, por exemplo, passará a se chamar oficialmente "Espaço Sabesp", com acesso às salas e bombonière, abrigando também um videowall onde serão exibidos conteúdos exclusivos produzidos pela Sabesp.

Já o Globoplay, serviço de streaming do Grupo Globo, batiza as duas salas do complexo, que agora passam a se chamar Sala Globoplay 1 e Sala Globoplay 2. Totalmente reformadas, contam com projeção de alta qualidade, sistema de som Dolby de última geração, telas importadas, poltronas semi VIP, além da recuperação de todo piso original.

"A nossa relação com o cinema é marcada por um portfólio extenso e diversificado que fomenta o mercado da sétima arte e agora teremos nosso nome em duas salas de cinema em um ponto importante de São Paulo, oferecendo ao público o que há de melhor em sistema de projeção e imagem", afirma Tiago Lessa, Head de Marketing, Aquisição e Engajamento Produtos e Serviços Digitais Globo, por meio de nota enviada à imprensa.

<b>Do Cine Rio ao Cine Marquise</b>

A reabertura do Cine Marquise foi confirmada para a segunda quinzena de outubro pela Tonks. O novo cinema irá ocupar um espaço tradicional da cinefilia de São Paulo, fundado em 1963 com o nome de Cine Rio – uma sala de 500 lugares que se tornou a segunda sala de cinema no Conjunto Nacional, que abrigava, desde 1961, o luxuoso cinema Astor.

Depois, em 1978, o Cine Rio fechou as portas logo após um incêndio que destruiu a fachada e parte do Conjunto Nacional. Ficou assim, sem abrir as portas, até 1982, quando o local reabriu como Cine Arte Um. Em 2002, já com o nome de Cinearte, o local passou a ser administrado por Adhemar de Oliveira e Leon Cakoff, executivos da área de São Paulo.

Entre 2002 e 2018, porém, as mudanças foram várias, conforme mudavam os patrocínios: em 2005, Cine Bombril; em 2010, Cine Livraria Cultura; e em 2018, Cinearte Petrobras.

Em 2019, porém, a empresa deixa de fazer investimentos por orientação do governo federal. Com isso, sem patrocínios, Adhemar de Oliveira se viu obrigado a fechar as portas do espaço em fevereiro de 2020. Agora, o grupo Tonks assume a administração, com o patrocínio triplo de Sabesp, Globoplay e EMAE, sob o nome de Cine Marquise.

"Devolver esse espaço icônico para a cidade de São Paulo é um desafio. Saber que encontramos apoio em parceiros que acreditam na cultura e no cinema, como nós acreditamos, nos fortalece e nos motiva ainda mais para tornar o Cine Marquise um dos melhores cinemas de São Paulo", diz Marcelo J L Lima, CEO da Tonks, por meio de nota.