Estadão

Com os titulares pela primeira vez em ação, Grêmio vence o São José pelo Gaúcho

Repleto de reforços contratados para tentar retornar à elite do futebol brasileiro na temporada de 2023, o Grêmio derrotou o São José, por 2 a 1, nesta quarta-feira à tarde, na Arena, em Porto Alegre, pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho.

Em sua primeira apresentação com o time titular do técnico Vagner Mancini, o Grêmio mostrou padrão de jogo e equilíbrio emocional após sofrer o empate no início do segundo tempo. Com os três pontos, a equipe tricolor soma sete pontos, enquanto o derrotado São José continua com quatro.

O Grêmio se apresentou organizado no gramado. Um dos destaques foi o bom entrosamento de Orejuela e Janderson pela direita. O veterano Diego Souza, como referência no centro do ataque, foi importante também para prender a marcação adversária.

Ferreira foi o responsável pelo início das jogadas. Mais pelo lado esquerdo do campo, o meia carregou a bola, fez tabelas, finalizou e foi um dos melhores nos primeiros 45 minutos.

Apesar de dominar a partida e ficar a maior parte do tempo no campo ofensivo, o único gol gremista na primeira etapa foi de falta. O colombiano Campaz, demonstrando muita habilidade com a perna esquerda, cobrou sem chances de defesa para o goleiro Fábio, aos cinco minutos.

O Grêmio só não conseguiu um grande número de finalizações por causa do bom posicionamento da defesa do São José. Mas se o setor defensivo estava bem, o ataque praticamente não existiu no primeiro tempo. Exceção para o habilidoso meia Crystopher, autor de um belo chapéu em Thiago Santos e de uma perigosa finalização, que assustou bastante o goleiro Gabriel Grando, nos acréscimos do primeiro tempo.

No início da etapa final, o Grêmio voltou a apresentar uma de suas maiores deficiências neste início de temporada: a fragilidade da zaga nas bolas alçadas na área. Aos dois minutos, o São José aproveitou com Bruno Jesus para empatar a partida, após falha de todo o setor defensivo gremista.

A igualdade no placar não tirou o equilíbrio do time de Mancini, que continuou a tocar a bola com Campaz, Ferreira e Diego Souza. E foi assim que o segundo gol saiu. Diego Souza, em seu jogo 170 pelo Grêmio, fez o 69º pela equipe, aos 20 minutos. O atacante iniciou sua luta para se tornar o primeiro jogador da história do Gauchão a ser artilheiro em três edições consecutivas.

Nitidamente, o Grêmio sentiu a parte física na parte final do jogo e só voltou a ganhar fôlego no final com as substituições, principalmente com a entrada de Rildo e Nicholas, que por pouco não aumentaram a vantagem gremista.

No final, a atuação não foi a das mais espetaculares, mas deixou o público presente na Arena esperançoso em ter um ano melhor do que o do ano passado.