Cidades

Condemat propõe debate sobre tarifas de ônibus

O Consórcio de Desenvolvimento do Alto Tietê (Condemat) quer levar o debate sobre as tarifas de ônibus à próxima reunião do Conselho da Região Metropolitana de São Paulo, com o intuito de buscar mecanismos que possam congelar ou reduzir ainda mais o

“Esse será o principal pleito do Condemat na próxima reunião do Conselho Metropolitano, já que existe o interesse de todos os prefeitos do Alto Tietê em manter a tarifa de ônibus nos valores atuais”, destacou Sebastião Almeida, prefeito de Guarulhos e presidente do Condemat.

Ele também disse que haverá uma cobrança para que seja feita a integração tarifária entre as cidades da região, possibilitando aos passageiros a utilização de um bilhete único nos coletivos municipais e intermunicipais da EMTU. “A integração é fundamental para que o sistema de transportes melhore não só no Alto Tietê, mas em toda a Região Metropolitana”, completou Almeida.

Atualmente, o Condemat tem um Grupo de Trabalho de Mobilidade Urbana, que está elaborando um projeto regional para as 11 cidades que compõem o consórcio. Nesta quinta-feira, dia 26, uma equipe de técnicos da EMTU apresentará a mais recente pesquisa de Origens e Destinos, que inclui dados como o número de passageiros e de viagens realizadas diariamente na região.

O Condemat é composto pelos municípios de Guarulhos, Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano.