Estadão

Conselheiros da Receita Federal no Carf renunciam aos mandatos, diz Sindifisco

Ao menos 44 conselheiros da Receita que atuam perante ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) renunciaram aos seus mandatos nesta quinta-feira, 23, segundo informou o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco). A entrega de cargos ocorre em protesto tanto pela falta de aumento salarial quanto pelo corte de verbas destinadas ao órgão.

O Carf é responsável por analisar recursos, em segunda instância administrativa, de autuações tributárias impostas pela Receita Federal. Em dezembro, o órgão tinha em seu estoque mais de R$ 940 bilhões de créditos tributários a serem julgados.

De acordo com o Sindifisco, as renúncias se devem ao "descaso do Governo Federal" para com os auditores da Receita Federal.

Em janeiro, o Carf volta a julgar processos de grande valor, suspensos pela pandemia da covid-19.

Na quarta-feira, 22, mais de 500 chefes de unidades da Receita Federal entregaram seus cargos em protesto ao governo.