Esportes

Correção: Após ouro inédito, Robson Conceição fica fora de premiação do COB

A nota enviada anteriormente continha um erro no último parágrafo. As confederações nunca apontaram diretamente os vencedores do prêmio do COB em cada modalidade. Segue a versão corrigida:

Primeiro brasileiro a ganhar uma medalha de ouro no boxe, Robson Conceição não aparece entre os três concorrentes do troféu principal do Prêmio Brasileiro Olímpico de 2016. A premiação, realizada anualmente pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) foi adiada e vai acontecer apenas no dia 29 de março, na Cidade das Artes, no Rio.

Quando anunciou que não realizaria o evento em dezembro, como de costume, o COB alegou que, naquele mês, não poderia organizar o Prêmio Brasil Olímpico no Theatro Municipal do Rio. Fazia questão do local. Nesta terça-feira, ao anunciar o local da cerimônia, porém, revelou que ela será num auditório na Barra da Tijuca.

Lá, serão premiados os atletas brasileiros que mais se destacaram em 2016. Entre os homens, concorrem Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Serginho (vôlei) e Thiago Braz (atletismo). Além da ausência de Robson, chama atenção a opção do COB por não listar Alison e Bruno Schmidt, ouro no vôlei de praia.

No feminino a lista tem as campeãs olímpicas Martine Grael/Kahena Kunze (vela) e Rafaela Silva (judô), além da maratonista aquática Poliana Okimoto, medalhista da bronze no Rio. Ficaram de fora Ágatha e Bárbara Seixas, prata no vôlei de praia.

De acordo com o COB, os vencedores já foram escolhidos por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Mas os nomes só serão anunciados durante a premiação.

Outra premiação, a do Atleta da Torcida, permite a votação online. No início de março, o COB anunciará os atletas ou duplas que concorrerão ao troféu e dará início à votação popular pela internet.

Por fim, nesta terça-feira o COB divulgou os vencedores do prêmio de melhor atleta por modalidade. Cada confederação listou três nomes e o júri escolheu o vencedor por meio de um colégio eleitoral do comitê.

Confira os vencedores da premiação do COB:

Atletismo: Thiago Braz.

Badminton: Ygor Coelho.

Basquete: Nenê.

Boxe: Robson Conceição.

Canoagem Slalom: Pedro Gonçalves (Pepê).

Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz.

Ciclismo BMX: Priscilla Carnaval.

Ciclismo Estrada: Flávia Paparella.

Ciclismo Mountain Bike: Raiza Goulão.

Ciclismo Pista: Gideoni Monteiro.

Desportos na Neve: Jaqueline Mourão.

Desportos no Gelo: Isadora Williams.

Esgrima: Nathalie Moellhausen.

Futebol: Neymar Jr.

Ginástica Artística: Diego Hypolito.

Ginástica Trampolim: Rafael Andrade.

Ginástica Rítmica: Natália Gaudio.

Golfe: Adilson da Silva.

Handebol: Maik Santos.

Hipismo Adestramento: João Victor Marcari Oliva.

Hipismo CCE: Carlos Parro.

Hipismo Saltos: Pedro Veniss.

Hóquei Sobre Grama: Stephane Smith.

Judô: Rafaela Silva.

Levantamento de Pesos: Fernando Saraiva Reis.

Lutas: Aline Silva.

Maratona Aquática: Poliana Okimoto.

Natação: Etiene Medeiros.

Nado Sincronizado: Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci.

Pentatlo Moderno: Yane Marques.

Polo Aquático: Felipe Perrone.

Remo: Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi.

Rugby: Beatriz Futuro.

Saltos Ornamentais: Hugo Parisi.

Tae kwon do: Maicon Andrade.

Tênis: Bruno Soares.

Tênis de Mesa: Hugo Calderano.

Tiro com Arco: Anne Marcelle dos Santos.

Tiro Esportivo: Felipe Wu.

Triatlo: Manoel Messias.

Vela: Martine Grael e Kahena Kunze.

Vôlei: Serginho Dutra.

Vôlei de Praia: Alison Cerutti e Bruno Schmidt.P