Estadão

Eduardo Bolsonaro diz que o pai sentia dores leves na região do abdômen

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou pelas redes sociais na manhã desta quinta-feira (15) que o pai dele, o presidente Jair Bolsonaro, sentia apenas "dores leves" na região do abdômen, ontem à noite. Segundo o parlamentar, o quadro foi causado por uma dobra anormal do sistema digestivo na região abdominal que impedia a passagem de alimentos e acabou levando ao acúmulo de material no tubo digestivo.

Eduardo Bolsonaro relatou também que, ao todo, foi retirado cerca de um litro de material acumulado e que, no momento, os médicos avaliam se será necessário ou não cirurgia para liberar o trânsito digestivo do presidente.

"O presidente estava daquele jeito: meio baqueado com o farol baixo", disse o filho. "Ele estava preocupado se ainda seria possível na sexta-feira (16) ir para Manaus para estar na motociata, mas a presença dele não será mais possível, infelizmente", completou. O presidente segue internado no Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, acompanhado da esposa, Michelle, e do filho vereador, Carlos Bolsonaro (Republicanos).