Estadão

Embargo de gás russo não está fora da mesa, diz comissário da UE

O comissário da União Europeia para Economia, Paolo Gentiloni, afirmou nesta segunda-feira, 4, que o embargo ao gás da Rússia "está na mesa" para o futuro. "Se queremos responder a esses ataques, temos que enfrentar custos das sanções", destacou, em coletiva de imprensa após reunião do Eurogrupo.

De acordo com Gentiloni, nesse cenário, é preciso fortalecer a cadeia de suprimentos com outros parceiros. "Está claro que a inflação está mais abrangente depois da guerra na Ucrânia", afirmou.

No entanto, para ele, é muito difícil estimar quais serão os impactos para a economia no curto e médio prazo.

Segundo o comissário, fatores como impactos de falta de gás e petróleo e duração e amplitude da guerra causam isso.