Estadão

Expectativa para Selic no fim de 2021 sobe de 8,75% para 9,25% ao ano no Focus

Após o Comitê de Política Monetária (Copom) acelerar o ritmo de ajuste na Selic na semana passada, os economistas do mercado financeiro elevaram suas projeções para a taxa básica da economia no fim de 2021 e 2022, segundo o Relatório de Mercado Focus.

Para este ano, a estimativa subiu de 8,75% para 9,25%. Há um mês, a mediana era de 8,25%. Já a estimativa para o fim de 2022 alcançou os dois dígitos, ao passar de 9,50% para 10,25%, ante 8,50% de um mês antes.

Considerando apenas as 121 respostas nos últimos cinco dias úteis, a expectativa para a Selic no fim de 2021 também passou de 8,75% para 9,25%. Já para 2022, a mediana passou de 9,75% para 10,75%, considerando as 118 atualizações dos últimos cinco dias úteis.

Na semana passada, o Copom subiu pela sexta vez consecutiva a Selic e elevou o ritmo ao elevá-la em 1,50 ponto porcentual, para 7,75% ao ano. Ao mesmo tempo, o colegiado sinalizou um novo aumento de mesma magnitude para a próxima reunião, em dezembro. Se confirmado, a taxa básica de juros encerrará 2021 em 9,25% ao ano.

A estimativa do Focus para a taxa Selic no fim de 2023 passou de 7,00% para 7,25%, ante 6,75% há quatro semanas. Para 2024, passou de 6,50% para 6,75%, ante 6,50% de um mês atrás.