Cidades

Falta de sinalização expõe pedestres a riscos de acidentes no Taboão

Mesmo nos finais de semana, há muitos acidentes no local

Os pedestres do Taboão encontram dificuldades para atravessar os cruzamentos da avenida Silvestre Pires de Freitas, Estrada do Elenco, rua Nhambu e Croquetá, que estão sem sinalização. As faixas de segurança não são respeitadas pelos motoristas dos automóveis e as duas ilhas entre as vias não aliviam a demanda do fluxo.

Os alunos do Centro Educacional Augusto Freitas, escola de ensino fundamental e médio, se arriscam para atravessar a Estrada do Elenco. "Durante o horário de entrada e saída dos estudantes, o risco é dobrado, por causa da demanda de carros que passam nas proximidades", relata a empresária, Wanilda Gomes, de 44 anos.

O Cabeleireiro do Mini Shopping Taboão, Alecsandro Farias, de 33 anos, já presenciou acidentes entre carros e atropelamentos por causa da desorganização do trânsito local. "É necessário instalar um semáforo urgente nessa região. Atravessar a rua é praticamente uma aventura", comenta.

A empresária Wanilda confirma que durante o fim de semana o caos no trânsito continua. "Aos sábados o perigo é maior, quando aumenta o número de carros nas vias, em consequência do Varejão", explica. O Departamento de Planejamento e Projetos, órgão ligado à Secretaria de Transportes e Trânsito, comunica que enviará equipe para avaliar a situação do local, de modo a adotar as medidas que se fizerem necessárias.