Cidades

Foragido, pagodeiro é julgado por morte de ex-mulher

Começa nesta quarta-feira, 11, o julgamento do pagodeiro Evandro Gomes Correia Filho, acusado de ter provocado a morte da ex-mulher e de tentar matar o filho, em novembro de 2008.

O réu está foragido há quase cinco anos e nega participação no crime. Em maio deste ano, o juiz Paulo Eduardo de Almeida Chaves Marsiglia adiou o julgamento para permitir a análise de documentos que foram adicionados ao processo.

De acordo com o Ministério Público, Correia Filho foi responsável pela morte de Andreia Cristina Bezerra Nóbrega, 31. Ela e o filho caíram do terceiro andar do prédio onde moravam, no Jardim Santa Mena, em Guarulhos. Segundo a promotoria, ela teria jogado a criança e se jogado após Correia Filho cortar a mangueira do gás e ameaçar explodir o apartamento. Andréia morreu na hora e o menino sobreviveu.

Em setembro de 2010, o pagodeiro concedeu uma entrevista à imprensa –ele se aproveitou da lei eleitoral, que não permite prisões, exceto em flagrante.

 

Lembre o Caso:

Julgamento de pagodeiro acusado de matar ex-mulher é adiado para setembro

Comentar

Clique aqui para comentar

Posso ajudar?