Estadão

Gui Santos é selecionado na segunda rodada no Draft da NBA pelo campeão Warriors

O brasileiro Gui Santos foi um dos escolhidos no Draft 2022 da NBA. O ala do Minas alcançou a 55ª posição na segunda rodada da seleção, realizada nesta quinta-feira, dia 23, em Nova York. Inicialmente, a expectativa é que ele comece a jogar nos Estados Unidos pelo G-League. O garoto não se conteve de alegria. Sabe o que isso representa para ele e para o basquete brasileiro.

"Estava no quarto já, achei que não ia dar mais. Estava indo dormir, esfriar a cabeça. Aí, meu agente, Aylton, me ligou e disse "vai para sala agora e liga a TV! Conseguimos!". E eu falei "não brinca comigo assim, não". E aconteceu! Eu nem esperava mais… De repente, os Warriors me escolhem! Nem sei o que dizer. É o melhor presente de aniversário que eu já ganhei. Um sonho meu, da minha família, dos meus amigos" disse Gui por meio de sua assessoria.

O recrutamento de elenco da liga americana de basquete aconteceu no Barclays Center. O jovem brasileiro de 20 anos não estava presente no evento, mas comemorou a aprovação por meio das redes sociais. Nos stories do Instagram, Gui celebrou a notícia. "Amo vocês, rapaziada. A emoção estava milhão por aqui", escreveu.

É muito difícil que o brasileiro já assuma um lugar no elenco dos Warriors, treinando na quadra do time ao lado dos astros Stephen Curry e Klay Thompson por exemplo. Se cair na graças desses caras, pode até ser chamado para mais perto da equipe principal de imediato. Não é o que costuma acontecer.

Gui participou de treinos em dez franquias da NBA, duas destas foram finalistas da última temporada: Golden State Warriors e Boston Celtics. Ele foi para os Estados Unidos após o fim da participação do Minas no NBB. O ala apresentou bom desempenho na temporada, com médias de 10,1 pontos, 5,1 rebotes e duas assistências, sendo eleito o melhor sexto jogador (reserva). Com 2,02m e 95 quilos, o jovem tem uma capacidade física enorme e muito recurso técnico.

O Brasil já tinha outros dois representantes na NBA. Raulzinho Neto estava no Washington Wizards e Didi Louzada, no Portland Trail Blazers. Gui é o 16º jogador do país a ser escolhido por uma franquia do basquete dos Estados Unidos. Há ainda um longo caminho para ser percorrido até a estreia num jogo da NBA.

NÚMERO UM
O primeiro da lista do Draft foi ocupado por Orlando Magic. A franquia teve o privilégio da primeira posição pela quarta vez na história. Ela escolheu o garoto Paolo Banchero, de 19 anos. Na sequência, foram escolhidos Chet Holmgren, da Oklahoma City Thunder, seguido por Jabari Smith, da Houston Rockets.