Economia

Inflação da classe média acelera para 0,40% em outubro

O Índice do Custo de Vida da Classe Média (ICVM) aumentou a um ritmo mais forte em outubro. O número, com base em dados da Ordem dos Economistas e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), avançou para 0,40% no mês passado, de 0,23% em setembro.

A principal contribuição relativa para o índice foi o grupo Alimentação, cuja inflação avançou 1,06% na margem. Esse grupo foi responsável por 43,9% do aumento, mas todos os sete grupos pesquisados registraram alta dos preços. O índice acumula alta de 5,02% no ano até outubro. Em um período de 12 meses, a inflação desacelerou de 6,46% em setembro para 6,36% no mês passado.

O índice de difusão, que mede o quanto a alta dos preços está espalhada na economia, aumentou para 65% em outubro. No mês anterior, o índice estava em 52%. Segundo o documento de divulgação, isso se deve aos “aumentos quase que generalizados nos bens de alimentação”.

O índice acompanha as famílias paulistanas que recebem de 10 até 39 salários mínimos. Segundo a nota, o ICVM cobre 40% da massa consumidora da cidade.