Início » Inter de Milão vence lanterna e torce contra Atalanta para ser campeã italiana
Estadão

Inter de Milão vence lanterna e torce contra Atalanta para ser campeã italiana

A Inter de Milão dependia apenas de uma vitória para torcer por um tropeço da Atalanta e, enfim, colocar as mãos na taça do Campeonato Italiano nesta rodada. A primeira parte já foi alcançada neste sábado ao vencer o Crotone por 2 a 0 fora de casa. Com isso, a equipe de Milão está a apenas um ponto do título, aguardando o resultado do duelo entre Atalanta e Sassuolo, marcado para domingo.

Agora com 82 pontos e ainda com quatro partidas restantes no torneio, a Inter abriu vantagem de 14 pontos em relação à segunda colocada Atalanta. Dessa forma, com um tropeço contra o Sassuolo, não seria possível para a equipe de Bérgamo alcançar o líder, que se torna campeão nesse cenário, levantando pela 19ª vez o troféu do Italiano. O Crotone, por sua vez, segue na lanterna com 18 pontos e já está rebaixado.

Apesar da importância de conquistar a vitória neste sábado, a Inter sofreu para impor seu futebol diante do último colocado do Campeonato Italiano. No primeiro tempo, errou muito, sem conseguir marcar mesmo em 14 finalizações.

Aos 20 minutos, Lukaku cabeceou de forma perigosa, após cobrança de escanteio, e acertou a trave. Sete minutos depois, o atacante belga descolou bom passe para Lautaro Martinez, que emendou com uma bicicleta no travessão. O líder do torneio seguia avançando e pressionando, sem dar chances para que o lanterna chegasse, mas também eficiência nas finalizações.

Antes do intervalo, aos 43, Lautaro dominou, ajeitou e, quase caindo, chutou, acertando em cheio a trave. No minuto seguinte, foi a vez de Sensi dar trabalho ao goleiro Cordaz, com um chute forte após cobrança de escanteio.

A vitória que a Inter tanto esperava veio pelo dedo do técnico Antonio Conte no segundo tempo. O comandante italiano colocou força total na equipe e deu mais ânimo ao fazer, em uma tacada só, três substituições: entraram Perisic, Alexis Sánchez e Eriksen.

As mudanças de Conte deram certo. No primeiro lance de Eriksen no jogo, aos 23 minutos da etapa final, o meio-campista dinamarquês aproveitou o pivô de Lukaku, em jogada com Sánchez, para acertar um bom chute e abrir o placar.

Aos 37, o time de Milão teve a chance de ampliar com Lukaku, que chegou a fazer o gol, comemorar com os companheiros, mas o árbitro anulou o tento, com auxílio do VAR, ao identificar impedimento no lance.

Dez minutos depois veio a definição da importante vitória para a equipe visitante. Barella puxou contra-ataque pela esquerda e tocou para Hakimi, que só teve o trabalho de finalizar rasteiro, sem chances para o goleiro Cordaz.