Estadão

Irã registra uma morte por covid a cada 2 minutos

O Irã registrou o maior número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia, com 588 óbitos nas últimas 24 horas, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Este foi o segundo recorde consecutivo quebrado pelo país. No domingo, 8, 542 mortes foram registradas pelas autoridades. A cada dois minutos, uma pessoa morre por covid-19 no Irã, disse a TV estatal nesta segunda-feira, 9.

As autoridades iranianas reclamam da baixa adesão ao distanciamento social e declaram que várias cidades estão sem leitos para novos pacientes. O Irã tem a maior taxa de mortalidade por covid-19 no Oriente Médio. O total de óbitos totaliza 94.603, enquanto os casos soma 4.199.537, segundo dados da plataforma Johns Hopkins.

Com o avanço das infecções por covid-19, especialmente estimuladas pela variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, a Austrália expandiu bloqueio em Nova Gales do Sul em meio a temores de vírus uma nova onda em Sydney. A cidade rural de Tamworth e Byron Bay, um ponto turístico popular, entraram em um bloqueio de uma semana, a partir de hoje, apesar de não terem registrado nenhum caso.

A premiê de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian, disse que a medida é por precaução. O Estado relatou 283 casos de covid hoje, contra 262 casos no dia anterior, de acordo com o <i>The Guardian</i>.

Depois do encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no <b>Japão</b>, a capital relatou hoje 2.884 novos casos de coronavírus, anunciou o <i>The Guardian</i>. O evento acabou no domingo, mas a cidade se prepara para receber a Paraolimpíada, que começa no dia 24 de agosto.